Temperos

Receita da Semana: Pasta de Amendoim

Postado porTemperos de Cinema 13 de Maio de 2016 0 Comentários

A chef Sandra Romansini se inspirou em uma das cenas do filme Minha Mãe É Uma Sereia, para preparar a receita da semana: Uma nutritiva e saborosa Pasta de Amendoim.

Essa iguaria super americana ganha cada vez mais adeptos aqui no Brasil. Rica em proteínas e vitaminas, ela virou um hit entre os atletas e adeptos da malhação.

E se você pode preparar a sua própria pasta de amendoim em casa, é claro que ela fica muito mais gostosa.

Veja a receita logo a seguir e assista o passo a passo com Sandra Romansini.

 

Pasta de amendoim

Ingredientes:

500g de Amendoim cru – pode ser de qualquer marca.

1 a 3 colheres de sopa de óleo de amendoim extra virgem – pode ser qualquer óleo vegetal (menos o de soja), mas vale a pena usar o óleo de Amendoim (fonte de ômega 6 e 9, vitaminas D e E, etc..)

Adoçante a gosto – tem gente que gosta mais/menos doce. Eu não ponho, pois não sinto falta e gosto bastante de amendoim então vai da cada um. Tem gente que prefere até meio salgado hahaha (muito comum nos EUA).

Uma forma grande*.

Modo de Preparo:

Primeiro espalhe os amendoins pela forma grande leve ao forno bem quente até torrar. Quanto mais torrado mais fácil de descascar, mais escura fica a pasta de amendoim e mais FORTE fica o gosto de amendoim. Enquanto estiver torrando mexa os amendoins de vez em quando.

Leve ao processador e processe os amendoins, ate virar uma pasta bem cremosa adicionando aos poucos o óleo de amendoim com um pouco de manteiga ate ficar bem cremoso. Como não tem nada como conservante, guarde em um pote

 

Curiosidade:

Assim como nós temos o hábito de comer pão com manteiga, os norte-americanos têm o hábito de comer sanduíche de pasta de amendoim. O amendoim, esse símbolo da cultura norte-americana no entanto é original da América do Sul e foi levado para a Europa pelos espanhóis que aqui estiveram logo após a chegada de Colombo.

Por volta de 1560 a semente foi introduzida na Africa Ocidental e posteriormente, levada pelos escravos, chegou aos Estados Unidos, a princípio como alimento para os porcos.

Durante a Guerra da Secessão, a pasta de amendoim ganhou o status de iguaria e na depressão econômica nos Estados Unidos, na década de 1930, o governo estimulou o desenvolvimento de produtos que propiciassem suplemento alimentar altamente proteico à população, principalmente às crianças. Um desses produtos foi uma manteiga feita de amendoim (peanut butter), que associada a fortes campanhas publicitárias se tornou uma unanimidade nacional.

Você pode gostar também

Deixe seu comentário