Tag

Temperos de Cinema

ConfrariaConfraria

Um Banquete Para Fechar 2.018 Com Chave De Ouro

Postado porTemperos de Cinema 14 de dezembro de 2018 0 Comentários

A confraria Temperos de Cinema encerrou a temporada de jantares de 2018 em grande estilo.
O filme que inspirou o cardápio e o figurino dos confrades foi “Vatel, Um Banquete Para o Rei”, um clássico do diretor franco-britânico Roland Joffé lançado em 2.000. Estrelado por Gèrard Depardieu, Uma Thurman, Tim Roth e Julian Sands, este é um filme de época que se passa em 1671, na corte do Rei Luiz XIV.

Os confrades entraram no clima e mais uma vez capricharam no figurino, para recriar um pouco do clima da realeza francesa de de 1600.

E como o tema era um banquete, o cardápio não fez por menos.  Os Chefs Rui Otanari e Sandra Romansini arrasaram na escolha dos pratos , trazendo as delícias e a sofisticação da culinária francesa.

Isso tudo para fechar com chave de ouro a programação da confraria em 2.018. Ano que vem tem mais! Muito mais! Desejamos a todos ótimas festas e um ano novo repleto de sucesso, muita alegria, bons filmes e boa comida!

CARDÁPIO
Menu
Potage
Moule Rouge (Sopa de mexilhões vermelhos)
Relevè
Terrine à L’oseile (Terrine de vegetais com azedinha)
Entrements
Poisson Rouge au Sauce Hollandaise, Pomme aux Duchese (Filet de Arenque ao molho Holandaise, acompanhado de batatas assadas)
Crépine Faisan aux sauce Volaille (Mousseline de Faisão ao molho de cogumelos)
Dessert
Saint Honore

SINOPSE E FICHA TÉCNICA DO FILME
O ano é 1671 e o rei Luís XIV (Julian Sands) vive em Versailles. No norte da França, o Príncipe de Condé (Julian Glover), enterrado em dívidas, planeja uma solução para fazer com que não só ele mas toda a província fique livre das dívidas: ele decide convidar o rei para passar um final de semana recheado de iguarias e entretenimento. Se o Príncipe conseguir cair nas graças do rei, toda a região será salva do desastre econômico. Porém, apenas um homem poderá preparar um banquete suntuoso e ainda cuidar da diversão real: François Vatel, o mordomo do Príncipe. Mas em meio a todo o trabalho resultante da preparação para a visita real, Vatel se apaixona pela bela Anne de Montausier (Uma Thurman), o que atrapalha os planos do Príncipe de Condé.


FICHA TÉCNICA

Título: Vatel, Um Banquete Para o Rei
Produção : França/Inglaterra – 2000
Diretor: Roland Joffé
Roteiro: Jeanne Labrune
Fotografia: Robert Fraisse.
Música Original: Ênio Morricone
Elenco: Gèrard Depardieu, Uma Thurman, Tim Roth e Julian Sands

Extras

Festa a Fantasia no Yellow Pub

Postado porTemperos de Cinema 19 de novembro de 2018 0 Comentários

Com o tema “Cinema, a melhor fantasia”, a festa temática do Moviecom Arte / Temperos de Cinema realizada no Yellow Pub no dia 26 de outubro foi um grande sucesso.
Com tapete vermelho na entrada, luzes e estatueta do Oscar, o Yellow Pub recebeu os 220 participantes que capricharam na fantasia e abrilhantaram essa festa que teve sua renda em benefício do grupo Faz Bem Fazer o Bem.
Além de muito divertida, como você pode ver nas fotos oficiais da festa que você pode ver aqui neste post, ficamos muito felizes em informar que o valor arrecadado possibilitou a compra de 35 cestas básicas que farão a alegria de muitas pessoas carentes neste final de ano.
E já estamos ansiosos pela festa do ano que vem!

 

 

Receita da semanaReceitasTemperos

Pisto Manchego com Frutos do Mar

Postado porTemperos de Cinema 12 de outubro de 2018 0 Comentários

O segundo prato do cardápio inspirado em “Volver”, do mestre espanhol Almodóvar, é uma segunda entrada, uma deliciosa e tradicionalíssima sopa de frutos do mar, o Pisto Manchego. Assim como sua “prima”, a ratatouille francesa, o pisto é um cozido de carnes e legumes. Sua origem remonta ao século VIII e está associada às regiões de La Mancha e Andaluzia.
A chef Sandra Romansini nos apresenta uma versão do Pisto Manchego servido com frutos do mar. Um prato surpreendente como o próprio Almodóvar e como a própria Espanha.

Receita de Pisto Manchego de Frutos do Mar

Ingredientes:
2 colheres (sopa) de azeite
500 g de polvo fresco limpo e cortado em cubos grandes
200 g de filés de peixe em cubos pequenos (badejo /robalo ou outro peixe de carne firme)
100 g de lulas em rodelas finas
100 g de mexilhões sem casca
100 g de mexilhões com casca
200 g de camarões pequenos, limpos
200 gramas de Camarões médios com casca
1 dente de alho grande, amassado
1 cebola média picada
50 g de pimentões verde vermelho e amarelo em cubinhos
500 g de batata em cubos
Salsinha a gosto
Sal
300 ml de molho de tomates
500 ml Vinho branco
Louro
Tomilho
Alecrim
3 litros de caldo de legumes
meia colher (sopa) de curry em pó
1 colher (sopa) de coentro picado
4 ovos
4 colheres de vinagre

Preparo:
Em uma panela doure o alho a cebola e coloque o polvo limpo para refogar por 8 minutos, experimente se está ao dente . Se estiver coloque as lulas os pimentões os Condimentos e a batata o molho de tomate e refoge bem. Deglaceie com vinho branco, adicione os Camarões pequenos e o mexilhão coloque o caldo de legumes e de cozinhe por 10 minutos ou até que a batata esteja cozida.

Decoração do prato:
Camarões grelhados:

Em uma Frigideira em
separado coloque um fio de azeite e grelhe os Camarões temperando com sal e pimenta e um pouquinho de salsinha. Por 3/5 minutos Reserve.

Ovo poche fácil:
Em uma xícara coloque 2 colheres de água, 1 de vinagre, com cuidado quebre o ovo dentro da xícara.
Leve ao microondas por 30 segundos deixe esfriar um pouco. Repita com os 3 ovos ( um em cada xícara).

OBS: cuidado para não quebrar a gema.

Montagem do Pisto Manchego
Disponha a sopa em uma tigela coloque os Camarões grelhados e com cuidado coloque o ovo.

Receita da semanaReceitasTemperos

Feijoada Temperos de Cinema

Postado porTemperos de Cinema 14 de setembro de 2018 0 Comentários

Seguindo no mês de homenagem ao cinema e à culinária brasileira, o Temperos de Cinema traz esta semana uma receita de feijoada.
Um dos pratos mais tradicionais da nossa gastronomia tem sua origem nos pratos preparados pelos escravos e ganhou muitas versões em cada uma das regiões do país.
A grande verdade é que nunca existiu uma receita definitiva de Feijoada e cada um pode ter a sua. Mas a receita da chef Sandra Romansini é muito especial.
Veja o vídeo:

Receita de Feijoada Temperos de Cinema

INGREDIENTES

500 g de feijão-preto
200 g de carne-seca
100 g de pé de porco dessalgado
100 g de orelha de porco dessalgada
200 g de paio
200 g de linguiça calabresa
200 g de costela de porco
150 g de bacon
1 cebola picada
1 dente de alho picado
2 colheres (sopa) de cheiro verde picado
Folhas de louro a gosto
sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
azeite a gosto
MODO DE PREPARO

1. Numa peneira, lave o feijão.

2. Corte a carne-seca em pedaços, retire e despreze as gorduras, e coloque num recipiente. Cubra com água e deixe de molho por 12 horas, trocando a água a cada 3 horas.

3. Corte o bacon em cubos grandes. Separe uma pequena parte para o refogado e corte em pequenos pedaços. Para cortar a costela de porco em pedaços, apóie a costela sobre uma tábua e deixe a parte dos ossos virada para cima. Com uma faca afiada, corte a carne seguindo a linha entre os ossos. Reserve.

4. Escorra a água da carne-seca e coloque a carne numa panela. Cubra com água fria e leve ao fogo para ferver. Ao ferver, escorra a água e cubra novamente com água fria. Leve novamente ao fogo e espere ferver. Escorra a água e reserve.

5. Escorra a água do feijão e coloque-os numa panela grande. Cubra os feijões com bastante água e leve ao fogo alto para ferver. Coloque o louro.

6. Ao ferver, abaixe o fogo coloque e a carne-seca. Após 30 minutos, os miúdos de porco e cozinhe por 30 minutos, adicione as costelinhas reservadas. Após mais 30 minutos, acrescente a carne defumada. Em seguida, adicione as lingüiças inteiras e o bacon. Deixe cozinhar por mais 90 minutos ou até que as carnes e o feijão fiquem macios.

7. Pique a cebola, o alho e o cheiro-verde. Leve uma frigideira grande ao fogo baixo, regue com um pouco de azeite e adicione o bacon picado. Em seguida, junte a cebola e refogue por 2 minutos. Acrescente o alho e refogue por mais 1 minuto. Coloque o cheiro-verde, o cominho, o colorau, a pimenta-malagueta picada e mexa bem.

8. Pegue uma concha de feijão macio, sem o caldo, de dentro da feijoada e coloque sobre um prato. Amasse com um garfo, formando uma papa. Coloque a papa de feijão na frigideira com o refogado e mexa bem. Se for preciso, acrescente um pouco de caldo.

9. Transfira o refogado com a papa para a panela da feijoada, misture e deixe cozinhar por mais alguns minutos. Prove a feijoada e verifique se precisa acrescentar sal e pimenta.

10. Retire as lingüiças de dentro da panela e coloque-as sobre uma tábua. Corte as lingüiças em fatias finas e coloque as rodelas na panela da feijoada. Espere a feijoada aquecer e sirva em seguida. 1

11. Para acompanhar, sirva com arroz branco, couve refogada, farofa e laranja.

Extras

4ª Feijoada Com Temperos De Cinema

Postado porTemperos de Cinema 30 de agosto de 2018 0 Comentários

No último domingo aconteceu mais uma edição da Feijoada com Temperos de Cinema, desta vez no Espaço Brunholi, um dos mais famosos da cidade.
Reunindo muitos amigos cinéfilos e apreciadores de uma boa gastronomia, em torno de uma causa solidária, o evento foi um sucesso que você pode comprovar pelos números:


– 4 é o número de vezes que aconteceu a Feijoada com Temperos de Cinema, que já se tornou tradição em Jundiaí.
– 270 é o número de pessoas presentes no evento que aconteceu em 27 de agosto.
No Buffet comandado pela chef Sandra Romansini:
– 25 kg. de feijão,
– 25 kg. de costela defumada,
– 25 kg. de paio,
– 25 kg. de calabresa,
– 15 kg. de pé e orelha de porco,
– 40 kg. de torresmo,
– 1300 coxinhas,
– 1300 croquetes,
– 25 kg. de lingüiça toscana
– 40 kg. de couve


E mais:
– 240 minutos de samba de raiz, da Banda Expressão Popular,
– 25 brindes cedidos pelo Empório Ballardim, Schiavan, Moviecom, Graal 56 e Iberoquímica.


E tudo isso resultou em:
– 78 Cestas Básicas, para o Grupo Faz Bem Fazer o Bem.
A todos só nos resta dizer:
– 1.000 vezes obrigado!
Contamos com vocês novamente no ano que vem.

Mais fotos no nosso Facebook (clique aqui).

Receita da semanaReceitasTemperos

Brochette de Carne e de Camarão

Postado porTemperos de Cinema 24 de agosto de 2018 0 Comentários

“Sempre teremos Paris” é uma das frases icônicas do filme “Casablanca”. E parte da história se passa na França. Por isso a receita desta semana no Temperos de Cinema são Brochettes de carne e camarão.
No melhor estilo francês, o brochete remonta aos primórdios da civilização européia, em uma evolução do hábito primitivo de colocar para assar pedaços de carne enfiados em um espeto.
A chef Sandra Romansini nos ensina a preparar brochettes de carne e camarão em uma combinação perfeita de sabores e texturas. Veja o vídeo:

Receita de
Brochettes de Carne

Ingredientes:

600 g de Filet mignon cortado em cubos de 3 cm
100 g de pimentão verde cortado em cubos de 3 cm
100 g de pimentão vermelho em cubos de 5 cm
150 g de abobrinha em cubos de 5 cm
Sal a gosto
Pimenta Siria a gosto
Pimenta do reino a gosto
100 ml azeite
50 ml de molho Tahine
5 espetinhos de bambu de 12 cm

Preparo:
Em uma travessa tempere os cubos de carne com sal, as pimentas e o tahine.
Monte os espetinhos alternando a carne com os legumes.
Sirva quente.

Brochette de Camarão

600 g de Camarões
Sal a gosto
Pimenta Siria a gosto
Pimenta do reino a gosto
100 ml azeite
50 ml de molho Tahine
5 espetinhos de bambu de 12 cm

Preparo:
Em uma travessa tempere os Camarões com sal, as pimentas e o tahine.
Monte os espetinhos com 3 unidades de Camarões, deixe marinar por 2 horas. Grelhe em azeite e manteiga de ambos os lados.
Sirva quente.

Receita da semanaReceitasTemperos

Receita de Arroz Marroquino

Postado porTemperos de Cinema 18 de agosto de 2018 0 Comentários

Continuando o cardápio inspirado em “Casablanca”, a receita de hoje é um delicioso Arroz Marroquino, uma explícita homenagem ao Marrocos, cenário do filme.

Receita de Arroz Marrroquino

Ingredientes:
500 g de cebola fatiada finamente
Óleo de girassol

Preparo:
Frite a cebola até que doure até que fique escura mas não queimada
Reserve

Ingredientes do arroz:

1 kg arroz parboilizado
2 kg de peito de frango cozido e desfiado (reserve o caldo)
1 colher de chá de canela em pó
50 ml de óleo de canola
30 g de cebola picadinha
300 g alho picadinho
300 g de amêndoa fatiada
1 folha de louro
1/2 colher de café de pimenta Síria
1 pitada de noz moscada

Preparo:
Em uma panela adicione o óleo, doure o alho e a cebola, coloque a canela e as especiarias, em seguida o arroz e refogue bem adicione o caldo de frango e cozinhe até que fique ao dente. Misture o frango cozido e desfiado e reserve.
Sirva quente.

Receita da semanaReceitasTemperos

Sopa de Frango com Nozes

Postado porTemperos de Cinema 10 de agosto de 2018 0 Comentários

A segunda receita do cardápio inspirado no filme “Casablanca” é uma deliciosa sopa de frango com nozes. A chef Sandra Romansini nos ensina o passo a passo deste prato capaz de despertar paixões tão intensas quanto a de Ingrid Bergman e Humphrey Boggart neste clássico do cinema.

Receita: Sopa de frango com Castanhas e Amêndoas

Ingredientes:

100 ml de óleo de canola ou girassol
50 g de cebola picada
25 g de alho picado
400 g de peito, coxa e sobrecoxa de frango em cubos
2 envelopes de açafrão em pó ou pisticulo
4 litros de caldo de frango
40 g de gengibre fresco picado
5 g de cominho
1 colher fresco coentro picadinho
150 g de nozes
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela aqueça o óleo de canola, doure o alho e a cebola, junte o frango e doure até ficarem crocantes, tempere com cominho, açafrão, e junte o caldo.
Deixe cozinhar bem até que estejam macios e tenros por último adicione as nozes e o coentro.
Sirva acompanhado de pão sírio.

Receita da semanaTemperos

Salada com Cuscuz Marroquino

Postado porTemperos de Cinema 4 de agosto de 2018 0 Comentários

Um clássico entre os clássicos, o filme “Casablanca”, de 1942, inspirou a nova série de receitas do Temperos de Cinema e foi o tema de mais um jantar temático da nossa Confraria.
A chef Sandra Romansini criou um cardápio que reproduz a paixão e o fascínio do filme estrelado por Ingrid Bergman e Humphrey Boggart e ambientado na mítica cidade marroquina.
E a receita que abre essa nova série é uma entrada surpreendente, deliciosa e super fácil de fazer, uma salada com cuscuz marroquino.
Coloque “As Time Goes By” para tocar e aproveite!

Receita de uma Salada com Cuscuz Marroquino

Ingredientes da Salada:
200 g Mini Pepinos lavados fatiados
100 g de pepinos japoneses descascados em cubos
200 g de morangos
50 g de tâmaras fatiadas
6 talos de cebolinhas francesas fatiadas
Pitada de sal
Pimenta do reino a gosto
Hortelã picadinha
Folhas de hortelã inteiras para decorar

Preparo da salada:
Misture cuidadosamente todos os ingredientes e tempere com sal e pimenta. Reserve.

Ingredientes para o Cuscuz Marroquino:

100 g de cuscuz marroquino demolhado com caldo de legumes por 30 minutos
Sal a gosto
Pimenta do reino agosto

Para o molho

200 ml de iogurte natural
50 ml de mel
2 colheres de hortelã picados

Preparo do molho:

Misture todos os ingredientes e reserve em geladeira

Montagem

Coloque no fundo de uma taça o cuscuz marroquino, disponha a salada de pepinos e morangos e regue com o molho de iogurte.

ConfrariaConfraria

Jantar da Confraria Temperos de Cinema em Casablanca

Postado porTemperos de Cinema 2 de agosto de 2018 0 Comentários

No dia 27 de julho realizamos mais um jantar da Confraria Temperos de Cinema e, desta vez, a inspiração foi o filme Casablanca, um clássico do cinema que sobrevive ao tempo e sempre será um filme magnífico.

A realização desse jantar transformou o Condomínio Jatobás na cidade marroquina que dá nome ao filme. E não faltaram muitas Ingrid Bergmans e Humphrey Bogarts, pois o membros dessa confraria leva nossos jantares temáticos muito a sério.

Casablanca é um importantíssimo porto da África e uma cidade muito generosa e acolhedora, assim como o Rui e a Fátima que recebem os confrades para os jantares da Confraria.
O filme “Casablanca”, ambientado e lançado no auge da Segunda Guerra Mundial, mostra que sair de lá era um problema, principalmente se você fosse procurado pelos nazistas. Já do nosso jantar inspirado em “Casablanca”, é difícil sair, principalmente se você gosta de uma boa mesa, pois o cardápio da Sandra Romansini e a carta de vinhos prendem do começo ao fim.
Nesse jantar memorável a entrada foi uma deliciosa salada de morangos e kiwi, sobre um cama de cuscus marroquino, com molho de iogurte, a entrada quente foi uma sopa de frango e castanha de caju, na sequência o prato principal, arroz marroquino com um espeto de carne, e um espeto de camarão, e a sobremesa, como no filme onde sempre teremos Paris, foi um creme brûlée com frutas e limão kafir.
Tudo servido ao som de “As Times Goes By”, a icônica canção tema do filme.
Seguem algumas fotos para conferir.