Tag

#Receita

Receita da semanaReceitasTemperos

Caponata de Berinjela

Postado porTemperos de Cinema 16 de maio de 2019 0 Comentários

Iniciamos um novo cardápio, desta vez inspirado no filme “Comer, Rezar e Amar”, um dos grandes sucessos do cinema contemporâneo. Dirigido por Brian Murphy e estrelado por Julia Roberts, Javier Bardem e James Franco, o filme fala sobre a busca das melhores coisas da vida, aquelas que são realmente essenciais.


E é com esse mesmo espírito que a montamos este cardápio que começa uma deliciosa entrada de berinjela, uma receita tipicamente siciliana, a Caponata.
Veja o vídeo com o passo a passo deste prato que é super fácil de fazer e é, como dizem, “de comer rezando”. E amando!

https://youtu.be/VlewHU-WiPk

Caponata de Berinjela

Ingredientes:

4 Berinjela com casca, picada em cubinhos;
2 tomates sem pele e sem semente, picados;
½ pimentão verde picados em cubinhos;
½ pimentão vermelho picados em cubinhos
½ pimentão amarelo picados em cubinhos
1 cebola em rodelas ou picada;
2 dentes de alho amassados ou picados;
salsinha picada a gosto
Uva passa A gosto
Nozes a gosto
15 azeitonas verdes ou pretas sem caroço;
1 copo-medidor de água;
½ copo-medidor de azeite;
¼ copo-medidor de açúcar;
¼ copo-medidor de aceto balsâmico;
1 colher de sopa de sal;
Pimenta moída a gosto.

Modo de preparo:

Coloque todos ingredientes em uma bacia e mexa bem para misturar.
Leve ao fogo baixo por 1 hora.
De 30 em 30 minutos misture os ingredientes para assar por igual.
Finalize o prato com algumas uva-passas para dar mais sabor ao antepasto.

Receita da semanaReceitasTemperos

Magret de Pato com Laranja

Postado porTemperos de Cinema 27 de abril de 2019 0 Comentários

O cardápio deste mês do Temperos de Cinema está très chic. Inspirado no filme “Os Sabores do Palácio”, montamos um jantar com receitas que são verdadeiros clássicos da gastronomia francesa.
Hoje a chef Sandra Romansini nos ensina a preparar o prato principal: Magret de Pato com Laranja.
Este prato foi criado em 1958, pelo Chef Andre Daguin. Segundo a conceituada revista francesa Le Nouvel Observateur, o Magret é o prato preferido dos franceses.
Vamos ao passo a passo desta maravilhosa receita:

Magret de Pato com Laranja
2 unidades

Ingredientes:
Manteiga integral sem sal gelada
20 gramas Sal refinado – Q.b.
Pimenta-do-reino – Q.b.

Para o molho de laranja:
350 ml de suco de laranja (coado)
1 cebola pequena grosseiramente picada
1/2 dose de Cointreau
300 ml de fundo de aves (usar se necessário, para aumentar a quantidade do molho)
Manteiga integral sem sal gelada – 20 gramas
Roux claro – 10 gramas (Usar caso seja necessário para espessar o molho. Abaixo da receita você encontra o link com a explicação de como se faz o roux)

Preparo:

Tempere o magret com sal e pimenta-do-reino, dos dois lados
Usando uma faca bem afiada, faça cortes em losango na gordura do magret, tomando o cuidado de não perfurar a carne.
Numa frigideira bem quente, coloque o magret com a gordura para baixo, até a pele ficar bem tostada.
Repita esse procedimento do outro lado, porém por um tempo menor, pois o cozimento será finalizado no forno.
Importante: Não use garfo para virar o magret enquanto ele estiver na frigideira, use uma pinça de cozinha. Se a carne for furada com o garfo, ela passará a liberar seu suco.
Assim que terminar o processo na frigideira, deixe o magret descansar por cerca de 10 minutos para o sangue escorrer.
Em seguida leve ao forno pré-aquecido a 200º, com a gordura pra cima. Despeje na forma a gordura que ficou na frigideira e deixe por no máximo 10 minutos.

Receita da semanaReceitasTemperos

Galantini, uma receita clássica francesa.

Postado porTemperos de Cinema 12 de abril de 2019 0 Comentários

Uh la la … Neste mês de Abril nosso Cardápio está Inspirado no filme “Os Sabores do Palácio” (2013), do diretor Christian Vincent.


A entrada é um prato clássico da gastronomia franco-portuguesa, a Galantini, que ganha um toque muito especial da chef Sandra Romansini que, diga-se de passagem, é apaixonada pela culinária francesa.
Vamos à receita?

Galantine Salmão

500 gr de salmão em cubos
1 clara de ovo
50 ml creme de leite fresco
Sálvia, tomilho e Endro dill a gosto
Sal e Pimenta
Cebola picadinha
1 acelga inteira e grande.
1 litro de caldo de Legumes

Modo Preparo:

Em uma panela coloque o caldo de legumes para aquecer. Mantenha quente sem ferver.

Separe as folhas de acelga retire a parte branca e branqueie no caldo de legumes por alguns minutos, retire e reserve

No processador coloque o salmão, as ervas, sal e pimenta, clara de ovo, o creme de leite fresco e processe ate formar uma mousse lisa.

Forre a bancada com plástico filme e em seguida disponha as folhas de acelga branqueadas. Coloque a mousse de salmão e enrole como rocambole.
Enrole mito bem no filme plástico e feche a lateral com um no forte (veja vídeo)
Coloque a galantine para cozinhar no caldo de legumes por aproximadamente 8 a 15 minutos.
Prepare o molho Veloute.

Molho Velouté

30 gr. cebola
5 gr. alho
Sal e pimenta a gosto
50 ml creme de leite
50 ml vinho branco
100 gr. de apara de Salmão
1 colher de manteiga
1 colher de farinha de trigo

Preparo:
Em uma frigideira salteie o algo, a cebola e as aparas de salmão até que dourem.
Deglaceie a frigideira com vinho branco e adicione 200
Ml do caldo de legumes e em
Seguida engrosse com Roux de modo que o molho fique aveludado.

Monte o fundo do prato com o molho e em seguida disponha a galantine fatiada em tranche.
Decore com
Sálvia e pimenta rosa.

Receita da semanaReceitasTemperos

Pisto Manchego com Frutos do Mar

Postado porTemperos de Cinema 12 de outubro de 2018 0 Comentários

O segundo prato do cardápio inspirado em “Volver”, do mestre espanhol Almodóvar, é uma segunda entrada, uma deliciosa e tradicionalíssima sopa de frutos do mar, o Pisto Manchego. Assim como sua “prima”, a ratatouille francesa, o pisto é um cozido de carnes e legumes. Sua origem remonta ao século VIII e está associada às regiões de La Mancha e Andaluzia.
A chef Sandra Romansini nos apresenta uma versão do Pisto Manchego servido com frutos do mar. Um prato surpreendente como o próprio Almodóvar e como a própria Espanha.

Receita de Pisto Manchego de Frutos do Mar

Ingredientes:
2 colheres (sopa) de azeite
500 g de polvo fresco limpo e cortado em cubos grandes
200 g de filés de peixe em cubos pequenos (badejo /robalo ou outro peixe de carne firme)
100 g de lulas em rodelas finas
100 g de mexilhões sem casca
100 g de mexilhões com casca
200 g de camarões pequenos, limpos
200 gramas de Camarões médios com casca
1 dente de alho grande, amassado
1 cebola média picada
50 g de pimentões verde vermelho e amarelo em cubinhos
500 g de batata em cubos
Salsinha a gosto
Sal
300 ml de molho de tomates
500 ml Vinho branco
Louro
Tomilho
Alecrim
3 litros de caldo de legumes
meia colher (sopa) de curry em pó
1 colher (sopa) de coentro picado
4 ovos
4 colheres de vinagre

Preparo:
Em uma panela doure o alho a cebola e coloque o polvo limpo para refogar por 8 minutos, experimente se está ao dente . Se estiver coloque as lulas os pimentões os Condimentos e a batata o molho de tomate e refoge bem. Deglaceie com vinho branco, adicione os Camarões pequenos e o mexilhão coloque o caldo de legumes e de cozinhe por 10 minutos ou até que a batata esteja cozida.

Decoração do prato:
Camarões grelhados:

Em uma Frigideira em
separado coloque um fio de azeite e grelhe os Camarões temperando com sal e pimenta e um pouquinho de salsinha. Por 3/5 minutos Reserve.

Ovo poche fácil:
Em uma xícara coloque 2 colheres de água, 1 de vinagre, com cuidado quebre o ovo dentro da xícara.
Leve ao microondas por 30 segundos deixe esfriar um pouco. Repita com os 3 ovos ( um em cada xícara).

OBS: cuidado para não quebrar a gema.

Montagem do Pisto Manchego
Disponha a sopa em uma tigela coloque os Camarões grelhados e com cuidado coloque o ovo.

Receita da semanaReceitasTemperos

Torresminho em Temperos de Cinema

Postado porTemperos de Cinema 21 de setembro de 2018 0 Comentários

Neste mês em que homenageamos o Cinema Nacional o cardápio é uma feijoada com todos seus complementos. E não poderia ser diferente pois uma boa feijoada é sempre uma festa.
Na receita de hoje a Sandra Romansini nos ensina a preparar o Torresminho, feito com uma panceta super especial e com aquele toque personalíssimo de chef.

Ingredientes:
100 ml de óleo
Sal
1 kg de Panceta de boi
1 limão cortado à francesa

Preparo:
Em uma panela de fundo grosso coloque o óleo, deixe aquecer, coloque a panceta e deixe fritar em fogo médio até que fique crocante.

Dicas:
* Quando colocar a panceta no óleo não mexa até que veja que já está crocante porém não totalmente pronto. Deste ponto vá mexendo sempre até dourar.
*Quanto escolher a panceta, escolha uma que tenha uma camada mais grossa de gordura.

Obs: Guarde a gordura que sobrou para preparar o arroz. Além de ficar saboroso, ele fica soltinho e brilhante

Receita da semanaReceitasTemperos

Receita de Arroz Marroquino

Postado porTemperos de Cinema 18 de agosto de 2018 0 Comentários

Continuando o cardápio inspirado em “Casablanca”, a receita de hoje é um delicioso Arroz Marroquino, uma explícita homenagem ao Marrocos, cenário do filme.

Receita de Arroz Marrroquino

Ingredientes:
500 g de cebola fatiada finamente
Óleo de girassol

Preparo:
Frite a cebola até que doure até que fique escura mas não queimada
Reserve

Ingredientes do arroz:

1 kg arroz parboilizado
2 kg de peito de frango cozido e desfiado (reserve o caldo)
1 colher de chá de canela em pó
50 ml de óleo de canola
30 g de cebola picadinha
300 g alho picadinho
300 g de amêndoa fatiada
1 folha de louro
1/2 colher de café de pimenta Síria
1 pitada de noz moscada

Preparo:
Em uma panela adicione o óleo, doure o alho e a cebola, coloque a canela e as especiarias, em seguida o arroz e refogue bem adicione o caldo de frango e cozinhe até que fique ao dente. Misture o frango cozido e desfiado e reserve.
Sirva quente.

Receita da semanaTemperos

Salada com Cuscuz Marroquino

Postado porTemperos de Cinema 4 de agosto de 2018 0 Comentários

Um clássico entre os clássicos, o filme “Casablanca”, de 1942, inspirou a nova série de receitas do Temperos de Cinema e foi o tema de mais um jantar temático da nossa Confraria.
A chef Sandra Romansini criou um cardápio que reproduz a paixão e o fascínio do filme estrelado por Ingrid Bergman e Humphrey Boggart e ambientado na mítica cidade marroquina.
E a receita que abre essa nova série é uma entrada surpreendente, deliciosa e super fácil de fazer, uma salada com cuscuz marroquino.
Coloque “As Time Goes By” para tocar e aproveite!

Receita de uma Salada com Cuscuz Marroquino

Ingredientes da Salada:
200 g Mini Pepinos lavados fatiados
100 g de pepinos japoneses descascados em cubos
200 g de morangos
50 g de tâmaras fatiadas
6 talos de cebolinhas francesas fatiadas
Pitada de sal
Pimenta do reino a gosto
Hortelã picadinha
Folhas de hortelã inteiras para decorar

Preparo da salada:
Misture cuidadosamente todos os ingredientes e tempere com sal e pimenta. Reserve.

Ingredientes para o Cuscuz Marroquino:

100 g de cuscuz marroquino demolhado com caldo de legumes por 30 minutos
Sal a gosto
Pimenta do reino agosto

Para o molho

200 ml de iogurte natural
50 ml de mel
2 colheres de hortelã picados

Preparo do molho:

Misture todos os ingredientes e reserve em geladeira

Montagem

Coloque no fundo de uma taça o cuscuz marroquino, disponha a salada de pepinos e morangos e regue com o molho de iogurte.

Receita da semanaTemperos

Cannoli, mais doce que a Vingança

Postado porTemperos de Cinema 9 de julho de 2018 0 Comentários

“Leave the gun, take the cannoli”, essa é uma das falas antológica de “O Poderoso Chefão”.
O cannoli é um doce tradicional da Sicília, com origem que remonta à 75 a.C. e típico dos festejos de carnaval. Essa delícia recheada com ricota tornou-se bastante popular também nos Estados Unidos, onde a culinária italiana ganhou bastante projeção com a imigração.


Na trilogia de Francis Ford Coppola o cannoli aparece como “o doce da vingança” em duas cenas marcantes. A primeira, no filme de 1972, os assassinos do o genro traidor de Vito Corleone compram cannolis e depois de executar o “serviço” dizem a célebre frase “largue a arma e pegue um cannoli”. A segunda, na sequência de 1990, a irmã de Michael Corleone serve cannolis envenenados a outro traidor, Don Altobello, seu padrinho.


A receita que encerra o cardápio inspirado no filme “O Poderoso Chefão” não poderia ser outra. A chef Sandra Romansini, ensina a preparar deliciosos cannolis que são a sobremesa perfeita para a sobremesa ou para acompanhar o chá da tarde.

Receita de Canolli

Ingredientes para a massa:
½kg de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de manteiga sem sal em temperatura
½ xícara (chá) de açúcar
450ml de cachaça ou grappa ou vinho branco seco
1 colher (chá) de sal
1 colher (café) de canela
óleo para fritar

Ingredientes para o recheio:
½kg de ricota
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de licor ou vinho licoroso de sua preferência
1 pitada de sal
4 colheres (sopa) de creme de leite fresco
2 colheres (sopa) de requeijão cremoso ou creem cheese
frutas cristalizados a gosto
cereja a gosto

Modo de preparo

Em uma tigela, misture os ingredientes secos, junte a manteiga misture bem formando uma farofa. Acrescente a cachaça e vá amassando até formar uma massa lisa e elástica. Cubra a massa com filme e deixe descansar por 20 minutos na geladeira.
Em seguida abra a massa com um rolo na espessura de ½ centímetro, corte círculos com um cortador de 8cm. Unte apenas a primeira vez, com óleo ou manteiga os cilindros de metal próprio para canudos envolva-os com o disco da massa para que as duas pontas se encontrem, unte uma das pontas com clara e aperte bem.
Em uma panela de pequena para média, coloque ½ litro de óleo, deixe aquecer, sem exagero, abaixe o fogo e vá colocando os cilindros, eles precisam ficar submersos.
Deixe os canudos de pé numa cesta aramada. Não escorra em papel absorvente porque fica encharcado.
Com cuidado para não se queimar, retire a massa e repita a operação até finalizar. Recheie os cannoli a seu gosto, polvilhe-os com açúcar de confeiteiro.

Receita da semanaTemperos

Receita de Sobremesa: Anita & Garibaldi

Postado porTemperos de Cinema 3 de junho de 2018 0 Comentários

Combinar com perfeição sabores inicialmente incompatíveis, bem como transformar receitas tradicionais em algo totalmente inusitado, estes são dois diferenciais dos grandes chefs.  Com apenas dois ou três ingredientes, um verdadeiro chef consegue criar algo completamente novo e arrebatador. Raimundo Nonato, o cativante personagem do filme “Estômago” possui esse talento.

Fechando o nosso cardápio inspirado no filme “Estômago”, temos a sobremesa Anita & Garibaldi, uma surpreendente releitura do clássico goiabada com queijo, também chamado de Romeu & Julieta.
Super fácil de preparar, essa é a receita que a chef Sandra Romansini nos ensina esta semana. Veja o passo a passo no vídeo e pegue a receita completa aqui:

Receita de Anita & Garibaldi:

Ingredientes:
– Goiabada amassada para a calda
– Água fervendo
– Fatias com meio cm de espessura de queijo gorgonzola.
– Quinelles de goiabada cascão
– Mel com favo.

Modo de preparar:
Faça uma calda amassando um pouco de goiabada com 1 colher de água fervendo, até formar uma pasta de goiabada.
Coloque um pouco dessa pasta em uma panela com um pouco de água fervendo para cozinhar, mexendo até dissolver a goiabada e formar uma calda.
Com o restante da pasta, faça quinelles de goiabada.
Quinelle é uma técnica usada por muitos chefs para servir purês, sorvetes e sorbets. Para fazer o quinelle você usa duas colheres de sopa e vai trabalhando a pasta até obter elegantes bolinos no formato de quibe.

Montagem:
“Suje” o fundo dos pratos de sobremesa com a calda e coloque uma fatia de queijo gorgonzola e 1 quinelle de goiabada, sobrepostos.
Decore com um pedaço de favo de mel e regue com uma colher de mel.

Receita da semanaTemperos

Penne à Puttanesca

Postado porTemperos de Cinema 18 de maio de 2018 0 Comentários

A terceira receita do nosso jantar inspirado no filme “Estômago” é o Penne à Puttanesca. Quem já viu o filme com certeza lembrará que esse prato é citado em vários momentos e uma piadinha encima do nome do prato surge de forma inevitável.


A origem deste prato (originalmente feito com espaguetti) e consequentemente de seu nome, é objeto de estudo de vários especialistas em história da gastronomia. Algumas versões são bem pitorescas mas a mais provável é que o prato, ateriormente chamado de alla marinara, após a Segunda Guerra teria sido “rebatizado” pelo pintor Eduardo Colucci, que passava o verão em Punta Mulino, na ilha de Ischia.


Super prático, rápido e muito saboroso, este é o prato que a chef Sandra Romansini nos ensina a preparar neste Temperos de Cinema.

Receita Penne a Puttanesca

Ingredientes:
500g de Penne Rigate cozido ao dente
200 g de bacon picado
200 g de calabresa picada
200 de azeitonas pretas picadas
3 (sopa) de manjericão picado
4 (sopa) de salsinha picada
3 (sopa) de alcaparras
100 ml de azeite
5 filés de anchova em conserva lavados e picados
Sal e pimenta preta moída na hora a gosto
300 ml de molho de tomate
1 kg de tomates italianos picados
50 g dente de alho picado
1 lata de atum em lascas
1 cebola picada

Modo de preparo
Levar o azeite ao fogo, dourar o bacon e a linguiça, junte a cebola, o alho picado e deixar dourar.
Adicionar o purê de tomate, temperar com sal, pimenta moída, tampar e deixar cozinhar, Acrescente a anchova e amasse bem.
Juntar as azeitonas, alcaparras, atum e mexer por uns 3 minutos
Quando o molho estiver encorpado, juntar a salsinha e manjericão e servir.