Tag

italia

Receita da semanaReceitasTemperos

Cassata Italiana

Postado porTemperos de Cinema 31 de maio de 2019 0 Comentários
A sobremesa que fecha nosso cardápio inspirado no filme “Comer Rezar e Amar é uma Indescritível Cassata Italiana.
Huuuuummmm! Essa é para amar mesmo.
Vamos lá para o passo a passo da receita?
Veja o vídeo no Youtube:
 
Cassata Italiana
 
Organização:
 
Para a preparação desta receita comece com o coulis de frutas amarelas que deverá estar frio para a montagem.
Em seguida faça o bolo e deixe esfriar.
 
Ingredientes:
 
1,5 kg de sorvete de Maracujá ou coco (preferência pessoal)
 
Para o Bolo de coco
 
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de açúcar
4 ovos
1 xícara (chá) de leite
2 colheres (sopa) de coco ralado
1 colher (sopa) de fermento em pó
2 colheres (sopa) de margarina ou manteiga
 
Preparo:
 
Bata os ovos, o leite, a margarina, o açúcar e o coco no liquidificador.
coloque o trigo em uma tigela e despeje a mistura do liquidificador.
misture até que fique homogêneo.
acrescente o fermento por último.
coloque em uma forma de bolo inglês untada e enfarinhada.
asse por cerca de 40 minutos ou até dourar.
 
Receita
Coulis de frutas amarelas
 
1 manga em cubos
1 maracujá
1 abacaxi em cubos
2 paus de Canela
4 cravos
500 ml de suco Laranja
1 colher de Gengibre ralado
100 g de açúcar
1/2 pimenta dedo de moça picadinha
 
Preparo :
Coloque todos os ingredientes em uma panela e deixe cozinhar por 30 minutos.
Deixe esfriar.
 
Montagem da Cassata:
 
Em uma forma de bolo inglês monte:
 
Uma camada de coulis
Uma camada de sorvete
Uma camada fina de bolo de coco
 
* repita até a borda da forma.
 
Leve para o freezer por no mínimo 12 horas.
 
Desenforme e sirva com coulis de frutas e chantilly
Moviecomarte

Me Chame Pelo Seu Nome, no Moviecom Arte

Postado porTemperos de Cinema 27 de março de 2018 0 Comentários

“Me Chame Pelo Seu Nome” teve 4 indicações ao Oscar: Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Canção e Melhor Roteiro Adaptado. Ficou só com o prêmio de Melhor Roteiro, entregue ao cultuado diretor inglês James Ivory, que assina a adaptação do romance homônimo de André Aciman.

O prêmio para James Ivory foi merecidíssimo. Prestes a completar 90 anos, o diretor de “Maurice”, “Uma Janela Para o Amor” e “O Retorno A Howard’s End”, já teve antes 3 indicações ao Oscar mas nunca tinha levado uma estatueta.


Mas apenas este Oscar para “Me Chame Pelo Seu Nome” parece meio injusto. Aliás só 4 indicações também foi pouco. O trabalho carregado de sensibilidade do diretor Luca Guadagnino, a maravilhosa direção de arte de Roberta Federico e a extasiante fotografia de Sayombhu Mukdeeprom também mereciam o reconhecimento da Academia.
O jornal El País disse que o Oscar não está preparado para um filme como “Me Chame Pelo Seu Nome”, mas independente do Oscar ele construiu uma carreira super bem sucedida nos maiores festivais de cinema do mundo, ganhou a atenção da mídia e conquistou um público que vai muito além do público gay.
Isso porque “Me Chame Pelo Seu Nome” é um filme sobre a descoberta do amor e passa longe do estereótipo de uma amor marcado pela negação, pela dor, pelo medo e pela opressão. Muito ao contrário. Segundo a revista Veja, “há tanta beleza neste filme que chega a dar vertigem”.


Começa pela beleza dos cenários, passa pela beleza dos protagonistas, entra na beleza da história em si e dos diálogos, tudo alinhavado por uma trilha espetacular que vai das canções originais escritas por Sufjan Stevens até uma miscelânia deliciosa que mistura Ryuichi Sakamoto, Giorgio Moroder e Bach.


A trama conta a história de um jovem americano (Armie Hammer) que vai passar o verão na Itália, hospedado na casa de férias de seu professor (Michael Stuhlbarg). É assim que ele conhece o filho do professor (Timothée Chalamet), um rapaz alguns anos mais jovem. A aproximação entre eles é gradativa e a descoberta do amor também se dá aos poucos e de forma muito natural.
E tudo acontece tendo como cenário a belíssima região da Lombardia, em pleno verão, misturando as belezas naturais a séculos de história. Como não amar?

“Me Chame Pelo Seu Nome” é o filme da semana no Moviecom Arte, com sessões nos dias 31 de março (sábado) e 1 de abril (domingo) às 11 horas, e no dia 3 de abril (terça-feira) às 14 horas.

Ficha Tecnica

Título original: Call Me By Your Name
Nacionalidades: França, Itália, EUA, Brasil
Gêneros: Drama, Romance
Ano de produção: 2017
Estréia: 18 de janeiro de 2018 (Brasil)
Duração: 2h 11 minutos
Direção: Luca Guadagnino
Roteiro: James Ivory e baseado no livro de André Aciman.
Produção: Luca Guadagnino, Naima Abed, Tom Dolby, Marco Morabito
Fotografia: Sayombhu Mukdeeprom
Editor: Walter Fasano
Design de produção: Samuel Deshors
Direção de arte: Roberta Federico
Figurino: Giulia Piersanti
Maquiagem: Fernanda Perez
Distribuidor: Sony Pictures