CinemaMoviecomarte

Tudo Vai Ficar Bem, de Win Wenders, no Moviecom Arte

Postado porTemperos de Cinema 23 de maio de 2016 0 Comentários

“Tudo Vai Ficar Bem” marca o retorno do  lendário diretor Win Wenders ao drama, após vários anos se dedicando a documentários.

Reconhecido como um dos maiores ícones do cinema contemporâneo, Wenders mistura diversas linguagens e um estilo visual primoroso neste filme que dividiu a crítica. “Tudo Vai Ficar Bem” foge aos padrões dos maiores clássicos de Wenders como “Asas Do Desejo” e “Pina”.

tudobem tudovaificarbemtop

Extremamente melancólico, este filme explora o tempo como uma maneira evidenciar os sentimentos e mostra as mudanças nas vidas dos personagens a partir de uma tragédia que os unirá para sempre. O tema central é o luto, o sentimento de culpa e a necessidade de redenção. Wenders usa a tecnologia 3D para ressaltar as extremamente longas e belas sequências contemplativas que traduzem os sentimentos dos personagens. O argumento original é de Bjørn Olaf Johannessen.

Estrelado por James Franco e Charlotte Gainsbourg, este filme estreou em Cannes, este ano, fora da mostra competitiva e não foi muito bem recebido pela crítica. Contudo,  é preciso muito cuidado para analisar obras de artistas tão autorais como Wenders. “Tudo Vai Ficar Bem” remete ao início de carreira de Wenders, especialmente a “Ao Correr Do Tempo” (1976).

 

490621

Ficha Técnica:

Título: Tudo Vai Ficar Bem

Tulo Original: Everything Will Be Fine

Gênero: Drama

Direção: Win Wenders

Roteiro: Bjørn Olaf Johannessen

Elenco: Céline Bonnier, Charlotte Gainsbourg, Jack Fulton, James Franco, Julia Sarah Stone, Julien Boissaud, Lilah Fitzgerald, Marie-Josée Croze, Martin Sims, Patrick Bauchau, Peter Miller, Peter Stormare, Rachel McAdams, Robert Naylor

Países de Origem: Alemanha, Canadá, Noruega, França, Suécia

Fotografia: Benoît Debie

 

 

Você pode gostar também

Deixe seu comentário