Cinema

Programação de Julho no Moviecom Arte

Postado porTemperos de Cinema 27 de junho de 2017 0 Comentários

A programação de julho no Moviecom Arte faz uma homenagem ao cinema argentino. Dos cinco filmes selecionados para este mês, três são magníficas produções de nossos hermanos. E tem também um curta, em sessão gratuita, feita por artistas de Jundiaí. O Moviecom Arte é um programão para as férias, mesmo que você não esteja em férias.

argentina-carlos-saura-zonda

DIAS 01E 02 DE JULHO – 11HORAS
ARGENTINA, de Carlos Saura

Zonda é o nome de um vento que sopra no noroeste da Argentina e traz o icônico diretor espanhol Carlos Saura para uma viagem à cultura e folclore da terra de Gardel.
Em “Argentina”, Saura vai muito além do tanto e se volta para outras expressões musicais e danças dos nossos hermanos como a zamba, chacarera, chacarita e o chamame. E nessa diversidade de ritmos do folclore argentino, ele nos leva a conhecer a rica e multifacetada cultura andina.
A paixão de Saura pela música e pela dança, deu ao diretor uma nova vida depois dos filmes engajados e de protesto do período Franco. Entre suas muitas obras primas desta nova fase estão “El Amor Brujo” (1986), “Ay Carmela” (1990), “Tango” (1998) e os impressionantes “Goya em Bordéus” (1998) e “Salomé” (2003).
“Argentina” é um documentário que mescla passado, presente e futuro para se aprofundar no folclore argentino, rendendo homenagens a verdadeiras lendas como Mercedes Sosa, Pedro Aznar, Soledad Pastorutti e Luis Salinas.

19512535_1879665122281193_1278834355_n

DIA 08 DE JULHO – 10H30 – SESSÃO GRATUITA DO CURTA
CURTA EM CORTE, de Ramones S. Romao

Quais as dificuldades para produzir um filme em uma cidade do interior? Alice é um cineasta independente que, entre baixo orçamento e problemas com politicas públicas, ela luta para realizar seu primeiro filme.
Venha prestigiar o trabaho de artistas de Jundiaí neste curta divertido e verdadeiro que conta com a participação de Julia Rissi, Mayara Terra, Claudio de Albuquerque, Cadu Gouvea, Luiz de Oliveira, Tai Montana, Paloma Miranda, Letícia Nogueira, entre outros.

legrandjo_f03cor_2016111802

DIAS 08 E 09 DE JULHO – 11horas
O GRANDE DIA, de Pascal Plisson

O diretor francês Pascal Plisson faz uma releitura de seu trabalho anterior “A Caminho da Escola” (2013), contando a história de quatro jovens lutando para superar as adversidades em localidades distintas do mundo, buscando a realização de seus sonhos, simbolizados pelo sucesso em atividades que possam lhes garantir, bem como para suas famílias, uma melhor condição de vida.
Em Cuba, Albert deseja entrar para a Academia de Boxe de Havana e se tornar um campeão olímpico. Já na Índia, Nidhi estuda com afinco para ser selecionada pelo programa Super 30 e ter a oportunidade de cursar uma faculdade de tecnologia. No Parque Nacional de Queen Elizabeth, em Uganda, Tom disputa uma vaga para guarda florestal. Por fim, na Mongólia, acompanhamos a pequena Deegii, que treina incansavelmente para se tornar uma contorcionista.

Degrade1

DIAS 15 E 16 DE JULHO – 11HORAS
DÉGRADÉ, de Arab Nasser e Tarzan Nasser

Um dia de verão na Faixa de Gaza. Hoje, a energia elétrica está ligada. O salão de beleza da Christine está cheio de mulheres: uma noiva, uma grávida, uma religiosa, uma divorciada amargurada e uma viciada em remédios tarja preta. O dia de lazer é interrompido quando tiros irrompem do outro lado da rua. Uma família do submundo do crime roubou o único leão do zoológico de Gaza, e o grupo terrorista Hamas decidiu que chegou a hora de acertar as velhas contas. Presas no salão, com a perspectiva de morte cada vez mais próxima, as mulheres se perguntam: Como será o fim desse dia?
Exibido na 38ª Mostra de Cinema de São Paulo, o primeiro longa dos palestinos Arab e Tarzan Nasser é a representação condensada de uma sociedade, unificando a individualidade e a coletividade, em uma metáfora sobre o isolamento e o cárcere impostos aos palestinos pelos Árabes.

20170511133732942199o

DIAS 22 E 23 DE JULHO
O CIDADÃO ILUSTRE, de Gastón Duprat e Mariano Cohn

Daniel Mantovani (Oscar Martínez), um escritor argentino e vencedor do Prêmio Nobel, radicado há 40 anos na Europa, volta à sua terra natal, ao povoado onde nasceu e que inspirou a maioria de seus livros, para receber o título de Cidadão Ilustre da cidade – um dos únicos prêmios que aceitou receber. No entanto, sua ilustre visita desencadeará uma série de situações complicadas entre ele e o povo local.
Premiado em Canes, Veneza e na Espanha, “O Cidadão Ilustre” ganhou também o reconhecimento do público argentino, foi a maior bilheteria do ano. O filme traz um olha crítico e abrangente do país, nessa comédia quase perversa.

62i5jhz3vnoz0un5w92lq79sf

DIAS 29 E 30 DE JULHO
NEVE NEGRA, de Martín Hodara

Ricardo Darin, por si só, já é um aval para qualquer filme. Seu nome nos créditos é o que basta para atrair cinéfilos que prezam por filmes de qualidade onde um bom roteiro, uma boa direção e grandes atores fazem a receita do bolo.
Famoso por suas escolhas, mais uma vez Darin acertou. Neste suspense do diretor Martin Hodara, Ricardo Darín é um caçador que vive isolado do mundo nas colinas geladas da Patagônia. Sozinho há décadas, ele recebe a inesperada visita do irmão e de sua namorada. O objetivo dos dois é que Salvador aceite vender as terras que os irmãos receberam em herança, algo que ele não está nem um pouco disposto em fazer.
O incrível é que o personagem de Darin neste filme não é o principal mas mesmo como coadjuvnte, ele é o centro da trama. Imperdível.

12489387_939768412743183_3908654772296939577_o

O Moviecom Arte é um projeto da publicitária e produtora Fátima Augusto em parceria com o Moviecom Jundiaí, que há 1o anos traz para a cidade filmes de arte e que não entram no circuito comercial.

Com um horário alternativo dentro da programação do cinema, o Moviecom Arte acontece todos os sábados e domingos às 11 horas e tem ingressos a R$ 10,50 e R$ 5,25.

O Moviecom Jundiaí fica no Maxi Shopping – Av. Antônio Frederico Ozanan, 6000 – Vila Rio Branco, Jundiaí – SP

Você pode gostar também

Deixe seu comentário