CinemaMoviecomarte

O Estranho Que Nós Amamos, No Moviecom Arte

Postado porTemperos de Cinema 9 de outubro de 2017 0 Comentários

Com “O Estranho Que Nós Amamos”, Sofia Coppola ganhou finalmente seu primeiro prêmio de Melhor Diretora em Cannes apesar de sua filmografia de grandes obras. Cannes não tinha nada pessoal contra Sofia, aliás, em 70 anos do festival, ela é apenas a segunda mulher a ganhar este prêmio. Antes dela apenas a russa Yuliya Solntseva tinha levado a estatueta em 1961, por A Epopeia dos Anos de Fogo.

AAEAAQAAAAAAAAxaAAAAJDEyYjY1ODE5LTRmYzUtNGE4NS1hNWQ2LWZiYTNmMThhNGNhZA (1)
Além do machismo mal disfarçado que ainda existe também no mundo do cinema, Sofia enfrentou o peso de ser filha de Francis Ford Coppola (um dos mais icônicos diretores contemporâneos).
Ela estreou no cinema como atriz em “O Poderoso Chefão”, de Michael Rizzi (1972) e tem seu nome no elenco de “Rumble Fish”, “Peggy Sue Seu Passado Te Espera” e “Star Wars”.
Sua estreia oficial como diretora se deu com o bem sucedido “As Virgens Suicidas”, em 1999. Seu segundo filme “Lost In Translation”, de 2003, lhe deu o Oscar de Melhor Roteiro Original e a consagração junto ao grande público veio no terceiro filme, “Maria Antonieta”, de 2006.

The Beguiled maxresdefault (4)
“O Estranho Que Nós Amamos” (The Beguiled), além de quebrar o machismo de Cannes, consagra Sofia Coppola como um dos grandes nomes do cinema. Sem o apelo pop/fashionista de “Maria Antonieta” (2006) ou “Encontros e Desencontros” (2013), este filme transforma eleva à classificação de filme de suspense a um outro nível.

icult imagen de la pelicula LA SEDUCCION NICOLE KIDMAN
Reunindo um taelntoso elenco de beldades (Elle Fanning, Kirsten Dunst, Nicole Kidman, Colin Farrell, Angourie Rice e Addison Riecke), o filme é uma parábola sinistra sobre desejo e manipulação, baseado em um romance de Thomas P. Cullinan, escrito em 1966, e que já teve uma versão cinematográfica em 1971 estrelada por Clint Eastwood.

beguiled1 (1)
Na versão de Sofia Coppola, Colin Farrell é o cabo McBurney, irlandês que entrou para o exército do Norte dos EUA na Guerra Civil, acabou ferido e foi resgatado por mulheres sulistas que viviam isoladas em um casarão na Virginia . O clima de desolamento e tédio, com o lado delas prestes a ser derrotado, muda com a chegada do inimigo.
“O Estranho Que Nós Amamos” será exibido no Moviecom Arte nos dias 14 e 15 de outubro às 11 horas. Essa é uma excelente dica para quem ficará na cidade neste feriadão prolongado.

cinema estreias de agosto 6

Ficha Técnica

Título: O Estranho Que Nós Amamos
Título Original: The Beguiled
Gênero: Suspense
Direção: Sofia Coppola
Roteiro: Albert Maltz, Irene Kamp, Sofia Coppola, Thomas Cullinan
Produção: Sofia Coppola, Youree Henley
Fotografia: Philippe Le Sourd
Trilha Sonora: Laura Karpman, Phoenix
Duração: 93 min.
Ano: 2017
País: Estados Unidos
Distribuidora: Universal Pictures
Classificação: 14 anos

Thor-Ragnarok728x90-1

Você pode gostar também

Deixe seu comentário