Categoria

Temperos

_11A6901
Prato da semanaTemperos

A Galinha que deveria ganhar um Oscar

Postado porTemperos de Cinema 5 de outubro de 2017 0 Comentários


Não consigo pensar no filme “Cidade de Deus”, de Fernando Meirelles e Kátia Lund (2002), sem me lembrar daquela cena em que a galinha corre na abertura, com aquele samba delicioso de fundo, e imagens do preparo de uma galinhada.

city_of_god-cidade_de_deus-10
Essa imagem é muito marcante pra mim, como cinema brasileiro de qualidade, cinema que começou a levar o nome do Brasil para o mundo. E foi essa imagem que serviu de inspiração para o Temperos de Cinema dessa semana.
Gosto muito desse filme e também gosto muito de galinhada, confesso que nunca me arrisquei a fazer esse prato, mas já experimentei em diversas versões.
Na minha opinião a Galinhada é um prato que está para o Brasil, assim como o filme Cidade de Deus está para o cinema. Tem uma pegada “tupiniquim”, tem um sabor quente, picante, brasileiro, mas ao mesmo tempo poderia fazer sucesso em qualquer parte do mundo.
Não importa o que achou a Academia, mas esse filme e essa receita, merecem um tapete vermelho.
Fica a dica …reúna os amigos que gostam de cinema, reassista Cidade de Deus, coloque um samba pra tocar e faça uma Galinhada.

Receita de Galinhada
Ingredientes:
3 colheres (sopa) de alho granulado
1 fio de óleo
1 pimentão vermelho pequeno em cubos
1 pimentão amarelo pequeno em cubos
1 colher (sobremesa) de açafrão
2 talos de salsão fatiados
400 gramas de linguiça de frango aferventada e em rodelas
1 pitada de sal e pimenta do reino a gosto
½ maço de cheiro verde
Óleo para fritar o frango
250 g de vagem cortada em 3
250 g de cenoura em cubos
2 colheres (sopa) de cebola picadinha
400 g de arroz parboilizado
1 kg de frango
1 litro e 1/2 de caldo de galinha

MODO DE PREPARO
Temperar o frango com o alho, o fio de óleo, sal e pimenta-do-reino e deixar um pouco para pegar o gosto
Fritar o frango, escorrer o óleo e na mesma panela refogar o arroz
Em seguida, colocar todos os ingredientes e 1 litro de água, fervendo em fogo alto
Quando a água começar a secar, deixar em fogo brando até secar a água.

_11A6947
Prato da semanaTemperos

Pão de Minuto – Uma Paixão Tão Antiga Quanto A Paixão Por Cinema

Postado porTemperos de Cinema 29 de setembro de 2017 0 Comentários

Quem me conhece sabe que eu sou apaixonada por cinema, e essa paixão começou na infância, quando meu pai me levava para assistir aos filmes do Mazzaropi.
Do Mazzaropi eu fui para os filmes mudos, e me encantei com o mestre Charles Chaplin, aquela ingenuidade, aquela ternura e ao mesmo tempo as mensagens tão profundas e tão atuais nos dias de hoje.

Charlie-Chaplin
Entre os meus filmes preferidos do eterno Carlitos estão Luzes da Ribalta e Em Busca do Ouro. E deste último nunca mais me esqueci daquela cena em que ele está sonhando e brinca de fazer os pãezinhos dançarem espetados no garfo. Uma cena tão lúdica e poética, como tudo o que ele fazia.

chaplin-the-gold-rush
Então a minha inspiração para o Temperos de Cinema só poderia ser pãezinhos e quando a Sandra sugeriu o pão de minuto, ficou perfeito pois pão de minuto é uma receita que a minha mãe fazia quando eu era criança, e eu adorava.
O cheirinho do pão assando no estúdio, me lembrou o cheirinho da cozinha da minha mãe à tarde e eu esperando o pãozinho de minuto ficar pronto.
Temperos de Cinema é isso, lembranças de sabores e de imagens que tornam a vida da gente muito mais gostosa. Quer uma sugestão? Procure um filme antigo que te lembra infância e aproveite essa receita da Sandra.

Pão Caseiro de Minuto

2 xícaras chá de leite
2 xícaras chá de açúcar
1 xícara chá de óleo
3 ovos inteiros
1 colher de chá de açúcar
1 colher sopa de pó químico instantâneo
1 Kg de farinha de trigo

Modo de Preparo:
Dissolva o fermento químico instantâneo no leite morno. Coloque todos os ingredientes na bacia menos a farinha e mexa bem até dissolver tudo, depois vai colocando a farinha aos poucos até formar uma massa bem homogênea massa de pão. Vai cortando a massa em pequenos pedaços e formando os pãezinhos, unte a forma com óleo e coloque os pãezinhos para assar por volta de 30 minutos

_11A6922
Prato da semanaTemperos

Chocolate traz alegria e nostalgia!

Postado porTemperos de Cinema 22 de setembro de 2017 0 Comentários

Bolo de chocolate me remete a infância! Sim, aquele cheirinho delicioso do bolo assando, e aquela “raspada” clássica na panela da cobertura, um momento de pura alegria.
Nas minhas lembranças da infância também está o circo, que eu amava tanto quanto o bolo de chocolate. E todas essas memórias vieram à lembrança quando assisti ao filme “Chocolate“, de Roschdy Zem (2016).

chocolate
“Chocolate” conta a história do primeiro palhaço negro da França, conhecido como Chocolat, brilhantemente interpretado pelo ator Omar Sy e que é um personagem tão doce quanto a receita desta semana.
Rever aquelas brincadeiras ingênuas dos palhaços me fez lembrar como é gostoso ser criança, e nessa nostalgia de criança, circo e um palhaço chamado Chocolat, veio a inspiração para o prato da semana em Temperos de Cinema, um delicioso bolo de chocolate.

Bolo de Chocolate com Cobertura de Chocolate
Ingredientes
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de açúcar
1 xicara de chocolate em pó
1/2 xícara (chá) de óleo de soja
1 xícara de água morna
2 ovos
1 colher (sopa) de fermento em pó

Modo de Preparo:
Primeiramente deixe sua forma untada.
Misture todos os ingredientes, exceto o fermento em pó, bater tudo por mais de 4 minutos até a massa fica bem lisinha (sabia que quanto mais bater a massa, mais o bolo fica fofinho) e por último você coloque o fermento em pó para bolo e bata por 30 segundo.
Despeje logo na forma e coloque para assar por aproximadamente 40 minutos em forno médio ou 170C. Enquanto o bolo assa, você pode fazer a cobertura

Cobertura para o Bolo de Chocolate
Com 3 colheres (sopa) de chocolate em pó, 1 colher de margarina, 4 colheres (sopa) de leite e leve ao fogo e quando começar a ferver coloque uma caixinha de leite condensado e segue mexendo com a colher na panela e quando ficar com a consistência cremosa, aí já estará no ponto. Jogue quente sobre o bolo já assado.
Realmente essa receita fica uma delícia e é simples de fazer. Pois jogar a calda quente no bolo é o segredo para ele ficar bem molhadinho.

_11A6933
Prato da semanaTemperos

Bandeira Vermelha e Bette Davis no Temperos de Cinema

Postado porTemperos de Cinema 15 de setembro de 2017 0 Comentários

Malvada, mas nem tanto.

Bete Davis pra mim sempre será um mito, aqueles olhos azuis, aquela beleza única, e aquela personalidade marcante.

Na minha opinião, nenhum outro filme revela mais como eu via Bete Davis do que a Malvada, e reassistindo esse filme uma noite destas, pensei que poderia ser uma inspiração para o Temperos de Cinema, então fui pesquisar sobre Bete Davis, e descobri que ela gostava de cozinhar, e que para relaxar costumava fazer um prato bem simples e nutritivo para os filhos, um prato que ela mesma batizou de Bandeira Vermelha.

Temperos de cinema é isso.

1305228246_fd1cb05c7b7c3d12e4c6c5b94e6db32a

Bandeira Vermelha

Ingredientes:
2 xícaras de carne moída cozida
3 xícaras de batata cozida (frias)
1 xícara e meia de beterrabas cozidas (frias)

Modo de Fazer:
Picar as batatas e as beterrabas e reservar.
Colocar a carne moída com alho amassado, cebola e pimenta a gosto em uma frigideira de ferro com manteiga.
Mexer bem e espalhar por igual até cozinhar com a própria água.
Acrescentar as batatas e as beterrabas e umedecer com creme de leite.
Dourar devagar em fogo médio.
Servir com um ovo pochê em cima.

3N0A4322
Prato da semanaTemperos

Quiche Lorraine no Temperos de Cinema

Postado porTemperos de Cinema 7 de setembro de 2017 0 Comentários

O Temperos de Cinema desta semana traz dois verdadeiros clássicos, um do cinema e outro da culinária francesa. O filme “Ladrão de Casacas”, de Alfred Hitchcock (1955), inspirou a receita desta semana, o Quiche Lorraine.
“Ladrão de Casacas” é um filme que foge completamente ao estilo de Hitchcock mas ao ler o roteiro ele o achou perfeito para ressaltar a beleza de sua musa, Grace Kelly. E foi durante as filmagens de “Ladrão de Casacas” que Grace Kelly conheceu o príncipe Rainier de Mônaco, por quem se apaixonou e deixou a carreira para casar-se.

to-catch-a-quiche
O filme conta a história de um lendário ladrão de jóias, conhecido como Gato (Cary Grant), aposentado e vivendo confortavelmente na Riviera Francesa. Uma série de roubos ao estilo de Gato, o faz ir à caça do ladrão que o imita, antes que a polícia o culpe por esses crimes.
Em uma das cenas icônicas do filme, o personagem Gato prepara um Quiche Lorraine que deixa todo mundo com água na boca e a chef Sandra Romansini nos ensina uma receita que causa as mesmas reações.
Pegue a receita e assista o passo a passo no vídeo.

Receita de Quiche Lorraine

Ingredientes Massa:
200 g de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de sal
75 g de manteiga amolecida
5-6 colheres (sopa) de água gelada

Ingredientes Recheio:
250 g de bacon em fatias finas
500 ml de creme de leite fresco
3 ovos inteiros
2 gemas
1 pitada de noz-moscada
1/2 colher (chá) de sal
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo:
Bata a farinha, o sal e a manteiga até formar uma farofa grossa. Adicione a água e misture com as mãos até formar uma massa. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos.
Frite o bacon até ficar crocante e coloque num prato forrado com papel toalha.
Abra a massa com um rolo numa bancada enfarinhada. Unte uma forma redonda e coloque a massa, pressionando-a nos fundos e nas laterais da forma. Fure com um garfo em vários lugares e volte a massa para esfriar na geladeira.
Misture o creme de leite, os ovos, as gemas, a noz-moscada, o sal e a pimenta e reserve.
Preaqueça o forno em temperatura bem alta (220ºC).
Distribua o bacon sobre a massa e despeje a mistura de ovos por cima. Leva ao forno e asse por 15 minutos, e em seguida baixe a temperatura para média (180ºC) e asse por mais 15-20 minutos. Deixe esfriar e sirva.

3N0A4273
Prato da semanaTemperos

Peras ao Vinho, Uma Receita dos Anjos

Postado porTemperos de Cinema 31 de agosto de 2017 0 Comentários

O prato da semana em Temperos de Cinema é uma sobremesa elegante e muito saborosa, inspirada em belíssimo filme de 1998, dirigido por Brad Silberling: “Cidade dos Anjos”.
Esse filme é um remake americano de um clássico do cinema alemão contemporâneo, “Asas do Desejo”, de 1987, uma das obras primas de Win Wenders.

miNJBfADFa5jBqyf2YIpl5o16Kf
O filme conta a história do anjo Seth, um anjo encarregado de tomar conta da cidade de Los Angeles e que se apaixona pela mortal Maggie, uma cirurgiã que ficou arrasada quando perdeu um paciente durante uma operação. O amor faz com que ele pense em desistir da eternidade para ficar com ela.
Em uma das cenas do filme, Maggie descreve para Seth, de uma forma incrivelmente deliciosa, como é o sabor de uma pêra. E foi essa cena que inspirou a chef Sandra Romansini para esta receita de Pêras ao Vinho.

Peras Ao vinho
Ingredientes:
4 unidades de pera pequena
1 limão espremido
300 ml. de vinho tinto
200 gramas de açúcar
1/2 xícara (chá) de Água
2 pedaços de canela em pau
4 unidades de cravo-da-índia (ou cravinho)
400 leite fervido
3 gotas de essência de baunilha
4 unidades de gema de ovo
colher (sopa) de farinha de trigo
pimenta-do-reino branca moída

Modo de preparo:
Descasque as peras, mantenha os cabinhos e regue com o suco de limão.
Em uma panela, coloque as peras, o vinho, 100 g de açúcar, a água, a canela e os cravos.
Deixe ferver, coloque em fogo brando (160 ºC) e cozinhe por 20 minutos. Deixe esfriar.
Para fazer o creme, em uma panela, ferva o leite com a baunilha.
Bata as gemas com 100 g de açúcar e a farinha, despeje o leite fervido em fio, leve ao fogo brando, mexendo sempre até obter um creme denso.

3N0A4249
Prato da semanaTemperos

Prato da Semana: Guisado de Coelho

Postado porTemperos de Cinema 24 de agosto de 2017 0 Comentários

Dirigido pelo britânico Adrian Lyne, que ficou famoso nos anos 90 por seus filmes com estética de video clipes, “Atração Fatal” é um dos grandes sucessos do cinema americano imortalizando a personagem Alex Forrest, vivida por Glen Close, como uma das grandes vilãs das telonas em todos os tempos.
E não era para menos. A psicótica Alex ao se sentir rejeitada por Dan Gallagher (Michael Douglas), um homem casado com quem teve uma aventura, transforma a vida dele e de sua família em um verdadeiro inferno.

liaison-fatale-1987-03-g
Em uma das cenas mais icônicas do filme, ela cozinha vivo o coelhinho de estimação do filho de Dan. Essa cena nos fez lembrar uma receita italiana super tradicional, o Guisado de Coelho, claro sem os requintes de maldade de Alex mas com o toque especial da chef Sandra Romansini.

Receita: Guisado de Coelho
Ingredientes:
1 coelho novo de cerca de 1 kg e 200 gr
1 colher (café) de tomilho seco
4 colheres (sopa) de azeite de oliva
suco de limão
sal
pimenta-do-reino
1 folha de louro
2 colheres (sopa) de cheiro verde picado
2 dentes de alho picados em pedacinhos

Modo de Preparo:
Corte o coelho em 6 pedaços.
Aqueça o azeite numa frigideira grande e doure os pedaços de coelho em fogo forte, virando-os a intervalos.
Quando estiver bem dourado tempere com sal, pimenta, tomilho e louro, e diminua bem o fogo
Deixe que o coelho cozinhe em seu próprio suco, sem tampar a frigideira.
Vire sempre a carne e quando estiver quase cozida, junte o alho e o suco de limão.
Complete o cozimento, acrescente o cheiro verde e sirva a seguir acompanhado de batatas cortadas em cubinhos e fritas na manteiga.

3N0A4232
Prato da semanaTemperos

Filet Ao molho de Vinho Tinto

Postado porTemperos de Cinema 18 de agosto de 2017 0 Comentários

Uma jovem recebe uma vinícola como herança e para assumi-la muda-se de San Francisco para a Califórnia. Estranha à região e ao ramo da vinicultura, ela se vê diante de grandes desafios e encontra em um jovem local o apoio para enfrentá-los e também um grande amor.

91cBiTXU+4L._SL1500_
Esse é o enredo do romântico “O Sabor do Amor”, de 2012, dirigido por Bob Fugger e estrelado por Marla Sokoloff, Christopher Lloyd e Barry Watson. Este filme inspirou a chef Sandra Romansini para o prato da semana: Um apetitoso filet ao molho de vinho tinto.
Super fácil de fazer, este prato despertará muitas paixões! Veja a receita e o passo a passo no vídeo.

Receita de Filet Ao molho de Vinho Tinto
Ingredientes:
600 g de filé mignon em medalhão alto
400 ml de vinho tinto
1 cebola picada
1 folha de louro
1 colher (sopa) de ervas secas (tomilho, alecrim e manjericão)
1 colher (sopa) de azeite
Sal a gosto

Modo de preparo:
Retire a carne, tempere-a com sal e reserve a marinada.
Esquente o azeite em uma frigideira grande e grelhe a carne de todos os lados até dourar. Retire a carne e guarde-a em local aquecido.
Na mesma frigideira, coloque a marinada e reduza-a durante uns 8 minutos. Coe.
Aqueça a carne no molho por uns 5 minutos.

3N0A4206
Prato da semanaTemperos

Prato da Semana: Espaguete à Carbonara

Postado porTemperos de Cinema 11 de agosto de 2017 0 Comentários

Ettore Scola (1931 – 2016) foi um dos últimos grandes diretores italianos. Conhecido como “o cineasta do tempo”, seus filmes sintetizam décadas da história italiana em ambientes fechados (um salão de danças, um apartamento, um cinema). Em “O Jantar”, filme de 1998. a história se passa quase toda em um restaurante onde cada mesa é um universo dramático.

Jantar4
Sempre muito político e crítico de nosso tempo, Scola se mostra profético em “O Jantar” quando mostra uma mesa de turistas japoneses, que fotografam a tudo mas não se interessam pelas tradições, como quando pedem catchup no molho do espaguete.
Essa cena inspirou o prato da semana: Um delicioso espaguete à carbonara. Mas sem catchup.
Receita de Espaguete a Carbonata
Ingredientes:
360 g de espaguete
300 g de bacon picado
2 ovos inteiros
1 gema
80 g de queijo parmesão ou pecorino ralado
Azeite de oliva
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:
Leve para ferver cerca de 4 litros de água e adicione 2 colheres (sobremesa) rasas de sal quando começar a ferver.
Junte o espaguete. Não quebre! Se não couber na panela, deixe parte do macarrão ficar para fora e encostar na borda da panela. Assim que a parte imersa for amolecendo, o macarrão vai descendo. Você pode ajudar a afundá-lo pressionando delicadamente com um garfo, colher ou com as mãos.
Enquanto isso, frite o bacon numa frigideira antiaderente por alguns minutos.
Quando o macarrão estiver al dente, retire do fogo e escorra. Em seguida, junte com o bacon na panela e continue fritando, colocando um fio de azeite.
Bata os ovos com a gema, sal e o queijo ralado num refratário. Junte o macarrão com o bacon, misture rapidamente e sirva com pimenta a gosto.

Dica
Nunca jogue os ovos direto na panela quente do macarrão, pois eles irão cozinhar demais e virar ovos mexidos. Fazendo do jeito explicado acima, os ovos cozinham o suficiente só com o calor do macarrão

WhatsApp-Image-20160714-7
5 AnosTemperos

Temperos 5 Anos: Risoto Vermelho com Salmão

Postado porTemperos de Cinema 5 de agosto de 2017 0 Comentários

O último filme e receita desta semana de comemorações dos 5 anos do Programa Temperos de Cinema é o belga “Bistrô Romantique”, de Joël Vanhoebrouck (2012), que inspirou esta receita de um incrível Arroz Vermelho Com Salmão.
“Bistrô Romantique” é uma deliciosa comédia dramática e romântica que combina elementos difíceis de engolir. A história se passa em um restaurante durante o jantar de dia dos namorados. Os irmãos Pascaline e Angelo são os donos do estabelecimento e preparam com grande esmero o cardápio e o ambiente para uma noite realmente especial. Mas tudo dá errado, tanto na cozinha como no salão, onde os casais brigam e se reconciliam, se encontram e se separam, se procuram e se abandonam.

bistro-romantique-official-poster-banner-promo-photos-09junho2014-01-1170x621
Esse filme é uma delícia em todos os sentidos mas a chef Sandra Romansini escolheu uma receita que não tem erro. É super fácil de fazer e agrada a todo mundo. Acompanhe o passo a passo no vídeo e pegue a receita logo abaixo:

Receita com Arroz Vermelho
Ingredientes:
1 xícara de Arroz Vermelho Ruzene
1 colher (sopa) óleo
1/2 cebola picada
2 dentes de alho
Sal á gosto
2 e ½ xícaras de água

Modo de Preparo:
Em uma panela , frite a cebola e o alho até dourar, acrescente o Arroz Vermelho, o sal e a água. Tampe a panela, abaixe o fogo, e deixe cozinhar por aproximadamente 35 a 40 minutos (o arroz ficará al dente). Destampe a panela e sirva com o salmão grelhado.