Categoria

Temperos

Receita da semanaReceitasTemperos

Feijoada Temperos de Cinema

Postado porTemperos de Cinema 14 de setembro de 2018 0 Comentários

Seguindo no mês de homenagem ao cinema e à culinária brasileira, o Temperos de Cinema traz esta semana uma receita de feijoada.
Um dos pratos mais tradicionais da nossa gastronomia tem sua origem nos pratos preparados pelos escravos e ganhou muitas versões em cada uma das regiões do país.
A grande verdade é que nunca existiu uma receita definitiva de Feijoada e cada um pode ter a sua. Mas a receita da chef Sandra Romansini é muito especial.
Veja o vídeo:

Receita de Feijoada Temperos de Cinema

INGREDIENTES

500 g de feijão-preto
200 g de carne-seca
100 g de pé de porco dessalgado
100 g de orelha de porco dessalgada
200 g de paio
200 g de linguiça calabresa
200 g de costela de porco
150 g de bacon
1 cebola picada
1 dente de alho picado
2 colheres (sopa) de cheiro verde picado
Folhas de louro a gosto
sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
azeite a gosto
MODO DE PREPARO

1. Numa peneira, lave o feijão.

2. Corte a carne-seca em pedaços, retire e despreze as gorduras, e coloque num recipiente. Cubra com água e deixe de molho por 12 horas, trocando a água a cada 3 horas.

3. Corte o bacon em cubos grandes. Separe uma pequena parte para o refogado e corte em pequenos pedaços. Para cortar a costela de porco em pedaços, apóie a costela sobre uma tábua e deixe a parte dos ossos virada para cima. Com uma faca afiada, corte a carne seguindo a linha entre os ossos. Reserve.

4. Escorra a água da carne-seca e coloque a carne numa panela. Cubra com água fria e leve ao fogo para ferver. Ao ferver, escorra a água e cubra novamente com água fria. Leve novamente ao fogo e espere ferver. Escorra a água e reserve.

5. Escorra a água do feijão e coloque-os numa panela grande. Cubra os feijões com bastante água e leve ao fogo alto para ferver. Coloque o louro.

6. Ao ferver, abaixe o fogo coloque e a carne-seca. Após 30 minutos, os miúdos de porco e cozinhe por 30 minutos, adicione as costelinhas reservadas. Após mais 30 minutos, acrescente a carne defumada. Em seguida, adicione as lingüiças inteiras e o bacon. Deixe cozinhar por mais 90 minutos ou até que as carnes e o feijão fiquem macios.

7. Pique a cebola, o alho e o cheiro-verde. Leve uma frigideira grande ao fogo baixo, regue com um pouco de azeite e adicione o bacon picado. Em seguida, junte a cebola e refogue por 2 minutos. Acrescente o alho e refogue por mais 1 minuto. Coloque o cheiro-verde, o cominho, o colorau, a pimenta-malagueta picada e mexa bem.

8. Pegue uma concha de feijão macio, sem o caldo, de dentro da feijoada e coloque sobre um prato. Amasse com um garfo, formando uma papa. Coloque a papa de feijão na frigideira com o refogado e mexa bem. Se for preciso, acrescente um pouco de caldo.

9. Transfira o refogado com a papa para a panela da feijoada, misture e deixe cozinhar por mais alguns minutos. Prove a feijoada e verifique se precisa acrescentar sal e pimenta.

10. Retire as lingüiças de dentro da panela e coloque-as sobre uma tábua. Corte as lingüiças em fatias finas e coloque as rodelas na panela da feijoada. Espere a feijoada aquecer e sirva em seguida. 1

11. Para acompanhar, sirva com arroz branco, couve refogada, farofa e laranja.

Receita da semanaReceitasTemperos

Um Cardápio em Homenagem ao Cinema Brasileiro

Postado porTemperos de Cinema 10 de setembro de 2018 0 Comentários

Em Setembro, o Temperos de Cinema faz uma homenagem ao Cinema Brasileiro. Ao invés de focarmos em um único filme, vamos homenagear o Cinema Nacional como um todo.
E é claro que o nosso cardápio segue essa inspiração e a chef Sandra Romansini, com muitas receitas na cabeça e os ingredientes á mão, nos ensina a preparar receitas bem brasileiras, dando seu toque pessoal a cada uma delas.
O primeiro prato deste cardápio é uma couve refogada e uma farofa para acompanhar uma boa feijoada, como foi a do Temperos de Cinema realizada recentemente no Espaço Brunholi.
Veja as dicas da nossa chef neste vídeo:

Receita de Couve com Bacon
Ingredientes:

2 mcs de couve lavadas e fatiadas finamente
20 gramas se manteiga
1 fio de azeite
15 gramas de alho
100 g de bacon frito
Sal agosto

Preparo:
Em uma frigideira adicione o azeite a manteiga a o bacon, deixe dourar, em seguida coloque a couve e refogue rapidamente. Reserve.

Farofa de bacon e cebola
Ingredientes:

200 g de bacon em cubos
50g de cebola fatiada em Julienne
15 g de alho picadinho
1 colher de salsinha picadinha
100 g de farinha de mandioca crua
100 g de farinha de mandioca temperada

Preparo:

Em uma panela adicione o azeite e a manteiga derreta, frite a cebola a te dourar bem e ficar crocante, escorra, retire e reserve.
Usando a mesma frigideira coloque o bacon e doure bem. Junta o alho e a cebola, doure, coloque as farinhas de mandioca e acrescente e cebola dourada. Mexa bem até incorporar todos os ingredientes, no final desligue ei fogo coloque a salsinha e mexa.
Sirva com a feijoada acompanhada de couve, laranja.
Uma delicia!

Receita da semanaReceitasTemperos

Tarte Tartin (Torta de Maça)

Postado porTemperos de Cinema 1 de setembro de 2018 0 Comentários

Fechando o cardápio especial inspirado no filme “Casablanca” apresentamos a sobremesa, um delicioso Tarte Tartin, uma torta de maçã. Uma sobremesa doce feita com o “fruto proibido”, assim como o amor dos personagens interpretados por Humphrey Bogart e Ingrid Bergman.

INGREDIENTES
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
100 g de manteiga gelada em cubos
1 colher (sopa) de açúcar
1 pitada de sal
1 a 3 colheres (sopa) de água gelada

MODO DE PREPARO
1. Corte a manteiga em cubinhos de cerca de 1 cm. Se não for usar imediantamente, volte à geladeira. É importante que eles estejam gelados para que o resultado seja uma massa crocante.
2. Numa tigela, coloque a farinha, o açúcar, o sal e misture bem.
3. Junte os cubos de manteiga e misture com as mãos, rapidamente, sem desmanchar completamente a manteiga.
4. Adicione uma colherada de água gelada por vez, conforme a necessidade, e misture apenas até conseguir formar uma bola. (Evite trabalhar demais a massa, pois ela acaba ficando menos crocante. O segredo é deixar pontinhos de manteiga aparentes, sem serem incorporados à farinha).
5. Faça uma bola e embrulhe a massa com filme. Leve à geladeira por 2 a 24 horas, o que for melhor para você.

Recheio de Maçãs
INGREDIENTES
6 maçãs verdes
½ limão
120 g de manteiga
1 ¼ xícara (chá) de açúcar
canela em pó a gosto

MODO DE PREPARO
1. Com uma faquinha afiada, descasque as maçãs e retire as sementes. Corte a maçã (na vertical) em 4 partes e regue com o suco de ½ limão.
2. Numa panela, coloque o açúcar e a manteiga e leve ao fogo médio. Deixe a mistura escurecer um pouco. Em seguida, baixe o fogo e coloque as maçãs.
3. Deixe cozinhar por cerca de 10 minutos, ou até que as maçãs sejam facilmente perfuradas com a ponta de uma faca. Desligue o fogo.
4. Preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média).
5. Numa fôrma redonda antiaderente, distribua as maçãs sem deixar folgas, formando uma escama. Regue com o restante da calda que ficou na panela. Polvilhe um pouco de canela em pó.
6. Retire a massa da geladeira. Com um rolo de macarrão, abra a massa numa superfície enfarinhada, até ficar um pouco maior que a fôrma. Coloque a fôrma sobre a massa para medir e aproveite para cortar os excessos de massa com uma faquinha, deixando um margem de pelo menos 1 cm.
7. Com cuidado, dobre a massa na metade duas vezes (formando ¼ de disco). Coloque a massa sobre as maçãs, num canto da fôrma, e desdobre cobrindo toda a superfície.
8. Com a ajuda de um garfo, force as bordas da massa para baixo (lembre-se de que a torta será virada depois de assada).
9. Leve a torta ao forno preaquecido e deixe assar por 50 minutos ou até que a massa fique dourada.
10. Retire a torta do forno e deixe esfriar um pouco.
11. Para desenformar a torta, coloque um prato sobre a fôrma, segure bem e vire de uma vez. Se a torta não desenformar de imediato, dê alguns soquinhos na fôrma. Não deixe a torta esfriar muito, pois você corre o risco de ela ficar grudada na fôrma. Neste caso, e só em último caso, aqueça um pouquinho a torta em fogo baixo e repita a operação.
Sirva a seguir.

Receita da semanaReceitasTemperos

Brochette de Carne e de Camarão

Postado porTemperos de Cinema 24 de agosto de 2018 0 Comentários

“Sempre teremos Paris” é uma das frases icônicas do filme “Casablanca”. E parte da história se passa na França. Por isso a receita desta semana no Temperos de Cinema são Brochettes de carne e camarão.
No melhor estilo francês, o brochete remonta aos primórdios da civilização européia, em uma evolução do hábito primitivo de colocar para assar pedaços de carne enfiados em um espeto.
A chef Sandra Romansini nos ensina a preparar brochettes de carne e camarão em uma combinação perfeita de sabores e texturas. Veja o vídeo:

Receita de
Brochettes de Carne

Ingredientes:

600 g de Filet mignon cortado em cubos de 3 cm
100 g de pimentão verde cortado em cubos de 3 cm
100 g de pimentão vermelho em cubos de 5 cm
150 g de abobrinha em cubos de 5 cm
Sal a gosto
Pimenta Siria a gosto
Pimenta do reino a gosto
100 ml azeite
50 ml de molho Tahine
5 espetinhos de bambu de 12 cm

Preparo:
Em uma travessa tempere os cubos de carne com sal, as pimentas e o tahine.
Monte os espetinhos alternando a carne com os legumes.
Sirva quente.

Brochette de Camarão

600 g de Camarões
Sal a gosto
Pimenta Siria a gosto
Pimenta do reino a gosto
100 ml azeite
50 ml de molho Tahine
5 espetinhos de bambu de 12 cm

Preparo:
Em uma travessa tempere os Camarões com sal, as pimentas e o tahine.
Monte os espetinhos com 3 unidades de Camarões, deixe marinar por 2 horas. Grelhe em azeite e manteiga de ambos os lados.
Sirva quente.

Receita da semanaReceitasTemperos

Receita de Arroz Marroquino

Postado porTemperos de Cinema 18 de agosto de 2018 0 Comentários

Continuando o cardápio inspirado em “Casablanca”, a receita de hoje é um delicioso Arroz Marroquino, uma explícita homenagem ao Marrocos, cenário do filme.

Receita de Arroz Marrroquino

Ingredientes:
500 g de cebola fatiada finamente
Óleo de girassol

Preparo:
Frite a cebola até que doure até que fique escura mas não queimada
Reserve

Ingredientes do arroz:

1 kg arroz parboilizado
2 kg de peito de frango cozido e desfiado (reserve o caldo)
1 colher de chá de canela em pó
50 ml de óleo de canola
30 g de cebola picadinha
300 g alho picadinho
300 g de amêndoa fatiada
1 folha de louro
1/2 colher de café de pimenta Síria
1 pitada de noz moscada

Preparo:
Em uma panela adicione o óleo, doure o alho e a cebola, coloque a canela e as especiarias, em seguida o arroz e refogue bem adicione o caldo de frango e cozinhe até que fique ao dente. Misture o frango cozido e desfiado e reserve.
Sirva quente.

Receita da semanaReceitasTemperos

Sopa de Frango com Nozes

Postado porTemperos de Cinema 10 de agosto de 2018 0 Comentários

A segunda receita do cardápio inspirado no filme “Casablanca” é uma deliciosa sopa de frango com nozes. A chef Sandra Romansini nos ensina o passo a passo deste prato capaz de despertar paixões tão intensas quanto a de Ingrid Bergman e Humphrey Boggart neste clássico do cinema.

Receita: Sopa de frango com Castanhas e Amêndoas

Ingredientes:

100 ml de óleo de canola ou girassol
50 g de cebola picada
25 g de alho picado
400 g de peito, coxa e sobrecoxa de frango em cubos
2 envelopes de açafrão em pó ou pisticulo
4 litros de caldo de frango
40 g de gengibre fresco picado
5 g de cominho
1 colher fresco coentro picadinho
150 g de nozes
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

Em uma panela aqueça o óleo de canola, doure o alho e a cebola, junte o frango e doure até ficarem crocantes, tempere com cominho, açafrão, e junte o caldo.
Deixe cozinhar bem até que estejam macios e tenros por último adicione as nozes e o coentro.
Sirva acompanhado de pão sírio.

Receita da semanaTemperos

Salada com Cuscuz Marroquino

Postado porTemperos de Cinema 4 de agosto de 2018 0 Comentários

Um clássico entre os clássicos, o filme “Casablanca”, de 1942, inspirou a nova série de receitas do Temperos de Cinema e foi o tema de mais um jantar temático da nossa Confraria.
A chef Sandra Romansini criou um cardápio que reproduz a paixão e o fascínio do filme estrelado por Ingrid Bergman e Humphrey Boggart e ambientado na mítica cidade marroquina.
E a receita que abre essa nova série é uma entrada surpreendente, deliciosa e super fácil de fazer, uma salada com cuscuz marroquino.
Coloque “As Time Goes By” para tocar e aproveite!

Receita de uma Salada com Cuscuz Marroquino

Ingredientes da Salada:
200 g Mini Pepinos lavados fatiados
100 g de pepinos japoneses descascados em cubos
200 g de morangos
50 g de tâmaras fatiadas
6 talos de cebolinhas francesas fatiadas
Pitada de sal
Pimenta do reino a gosto
Hortelã picadinha
Folhas de hortelã inteiras para decorar

Preparo da salada:
Misture cuidadosamente todos os ingredientes e tempere com sal e pimenta. Reserve.

Ingredientes para o Cuscuz Marroquino:

100 g de cuscuz marroquino demolhado com caldo de legumes por 30 minutos
Sal a gosto
Pimenta do reino agosto

Para o molho

200 ml de iogurte natural
50 ml de mel
2 colheres de hortelã picados

Preparo do molho:

Misture todos os ingredientes e reserve em geladeira

Montagem

Coloque no fundo de uma taça o cuscuz marroquino, disponha a salada de pepinos e morangos e regue com o molho de iogurte.

Receita da semanaTemperos

Cannoli, mais doce que a Vingança

Postado porTemperos de Cinema 9 de julho de 2018 0 Comentários

“Leave the gun, take the cannoli”, essa é uma das falas antológica de “O Poderoso Chefão”.
O cannoli é um doce tradicional da Sicília, com origem que remonta à 75 a.C. e típico dos festejos de carnaval. Essa delícia recheada com ricota tornou-se bastante popular também nos Estados Unidos, onde a culinária italiana ganhou bastante projeção com a imigração.


Na trilogia de Francis Ford Coppola o cannoli aparece como “o doce da vingança” em duas cenas marcantes. A primeira, no filme de 1972, os assassinos do o genro traidor de Vito Corleone compram cannolis e depois de executar o “serviço” dizem a célebre frase “largue a arma e pegue um cannoli”. A segunda, na sequência de 1990, a irmã de Michael Corleone serve cannolis envenenados a outro traidor, Don Altobello, seu padrinho.


A receita que encerra o cardápio inspirado no filme “O Poderoso Chefão” não poderia ser outra. A chef Sandra Romansini, ensina a preparar deliciosos cannolis que são a sobremesa perfeita para a sobremesa ou para acompanhar o chá da tarde.

Receita de Canolli

Ingredientes para a massa:
½kg de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de manteiga sem sal em temperatura
½ xícara (chá) de açúcar
450ml de cachaça ou grappa ou vinho branco seco
1 colher (chá) de sal
1 colher (café) de canela
óleo para fritar

Ingredientes para o recheio:
½kg de ricota
1 xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de licor ou vinho licoroso de sua preferência
1 pitada de sal
4 colheres (sopa) de creme de leite fresco
2 colheres (sopa) de requeijão cremoso ou creem cheese
frutas cristalizados a gosto
cereja a gosto

Modo de preparo

Em uma tigela, misture os ingredientes secos, junte a manteiga misture bem formando uma farofa. Acrescente a cachaça e vá amassando até formar uma massa lisa e elástica. Cubra a massa com filme e deixe descansar por 20 minutos na geladeira.
Em seguida abra a massa com um rolo na espessura de ½ centímetro, corte círculos com um cortador de 8cm. Unte apenas a primeira vez, com óleo ou manteiga os cilindros de metal próprio para canudos envolva-os com o disco da massa para que as duas pontas se encontrem, unte uma das pontas com clara e aperte bem.
Em uma panela de pequena para média, coloque ½ litro de óleo, deixe aquecer, sem exagero, abaixe o fogo e vá colocando os cilindros, eles precisam ficar submersos.
Deixe os canudos de pé numa cesta aramada. Não escorra em papel absorvente porque fica encharcado.
Com cuidado para não se queimar, retire a massa e repita a operação até finalizar. Recheie os cannoli a seu gosto, polvilhe-os com açúcar de confeiteiro.

Receita da semanaTemperos

Stinco de Carneiro com Polenta

Postado porTemperos de Cinema 30 de junho de 2018 0 Comentários

Mais uma receita incrível inspirada na trilogia “O Poderoso Chefão”, de Francis Ford Coppola. Este Stinco de Carneiro é um prato tradicional da gastronomia italiana e sua origem remonta ao Império Romano.
Stinco significa canela e para alguns chefs, é a melhor no carneiro. Os franceses também têm sua versão do prato e chamam de Jarret. Há versões do prato também com javali e vitela. Este prato acompanha super bem uma massa ou uma bela polenta.
Aqui, a chef Sandra Romansini nos ensina a preparar a receita italiana, acrescentando como sempre seu toque pessoal à receita. E nós, que já provamos, podemos garantir que é maravilhoso.

Receita de Stinco de Cordeiro

Para a Marinada

1 colher de chá de Sal
5 dentes de alho amassado
1 cebola média
Manjericão seco a gosto
Salsinha a gosto
4 folhas de louro
Tomilho a gosto
1 Cenoura pequena picada
1 talo de salsão picadinho
1 alho Poró picado
Folhas de sálvia a gosto
500 ml de vinho branco
1 litro de água
4 stinco de cordeiro

Preparo:

Misture todos os ingredientes e deixe marinando por 24 horas:

Preparo do stinco:
Retire o stinco da marinada. (Coe e Reserve o caldo)
Em uma panela coloque um fio de azeite e deixe aquecer bem, doure o stinco até ficar bem dourado de todos os lados.
Deglaceie a frigideira com uma taça de vinho e em seguida coloque o líquido da marinada. Cozinhe por 45 minutos a 1 hora em fogo baixo até que esteja bem macio e não saia do osso.
Retire o caldo do cozimento e leve o fogo para reduzir.

Obs: Se acaso o líquido do cozimento for secando e o stinco ainda não esteja cozido vá adicionando caldo de carne até que cozinhe.

Sirva o stinco com Polenta e a redução do cozimento.

Receita da semanaTemperos

Minestrone ou Minestra Italiana

Postado porTemperos de Cinema 22 de junho de 2018 0 Comentários

A segunda receita inspirada na trilogia O Poderoso Chefão, de Francis Ford Coppola, é um Minestrone ou Minestra Italiana.
Perfeita para as noites de frio e também como entrada, essa tradicional sopa italiana é composta por uma grande variedade de legumes cortados e, quase sempre acompanhados de arroz ou macarrão.
Não existe uma receita fechada para este prato e normalmente ele é preparado com os legumes e hortaliças da estação. E também pode ou não levar carne.
Acredita-se que este prato foi criado por camponeses italianos durante o período da Grande Guerra. Com a escassez de comida e temperaturas baixíssimas, os camponeses utilizavam os alimentos disponíveis em suas terras, misturando-os ao feijão, ao arroz e alguns tipos de macarrão.


A chef Sandra Romansini nos dá a sua versão deste tradicionalíssimo prato, com uma combinação de sabores e temperos que o tornam ainda mais especial  e que, certamente, fariam até Don Vito Corleone lamber os beiços.

Receita de Minestrone ou Minestra Italiana

INGREDIENTES

½ xícara (chá) de feijão-branco
3 colheres (sopa) de azeite
1 colher (sopa) de manteiga
1 cebola picada
1 cenoura cortada em cubos
1 talo de salsão cortado em rodelinhas
1 batata cortada em cubos
½ xícara (chá) de vagem cortada em rodelinhas
1 abobrinha com casca cortada em cubos
½ xícara (chá) de repolho ralado
1 litro de caldo de carne
½ lata de tomate italiano sem pele
sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
½ xícara (chá) de queijo parmesão ralado

MODO DE PREPARO

Numa tigela, coloque o feijão branco e cubra com o triplo de água. Deixe de molho por 12 horas.
Lave a cenoura, o salsão, a vagem e a abobrinha sob água corrente.
Numa tábua, pique os legumes e o tomate italiano. Reserve o suco da lata do tomate.
Numa panela grande, aqueça o azeite e a manteiga no fogo baixo. Quando esquentar, coloque a cebola picada e mexa até ficar dourada.
O segredo para preparar o minestrone é não colocar todos os ingredientes na panela ao mesmo tempo, pois cada legume tem o seu tempo de cozimento. Por isso, entre as adições dos legumes, deixe cada um cozinhar por 3 minutos, mexendo de vez em quando. Aumente o fogo para médio e acrescente os legumes na seguinte ordem: a cenoura picada, a batata em cubos, a vagem picada, a abobrinha em cubos e o repolho ralado.
Junte o caldo de carne, o tomate italiano picado e o suco da lata. Se estiver usando caldo em cubo, experimente antes de temperar com sal. Aumente o fogo e deixe ferver. Abaixe o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar por 1 hora e 30 minutos.
Escorra a água do feijão branco e lave-o sob água corrente. Transfira para uma panela e cubra com água. Leve ao fogo alto e, quando ferver, abaixe o fogo. Tampe a panela e deixe cozinhar por 1 hora ou até que o feijão esteja cozido, porém os grãos não devem estar moles. Escorra a água e reserve o feijão.
Na panela com a sopa, acrescente o feijão e deixe cozinhar por mais 30 minutos. O Minestrone é uma sopa grossa, porém, se você desejar uma sopa mais fina, acrescente mais caldo de carne.
No momento de servir, polvilhe a sopa quente com o queijo ralado.