Categoria

Sem categoria

Sem categoria

Adriana Martini comenta o filme Victoria e Abdul e sugere uma receita Indiana

Postado porTemperos de Cinema 22 de outubro de 2021 0 Comentários

O figurino e o cenário do filme Victoria e Abdul, é um show a parte !

“Vitória & Abdul” – Trailer Oficial Legendado (Universal Pictures Portugal) – YouTube

 

Ouça também no Podcast – https://open.spotify.com/show/1a1sZlDVoMXsQSPWXpNEsV

 

E essa é  a receita sugerida pela Adriana

Frango ao Curry

 

 

Pra começar você vai temperar bem 600g de peito de frango. eu particularmente gosto muito de marinar no limão+pimenta do reino+alho. mas você pode usar o tempero que preferir! corte então em cubos não tão grandes.

Comece fazendo o creme, que nada mais é do que a mistura de 100ml de iogurte natural, 2 colheres de sopa rasas de curry, 1/2 colher de sopa rasa de canela em pó e 200ml de leite de coco e reserve.

Então, refogue 1 cebola média picadinha e 2 dentes de alho amassadinhos em um fio de azeite. adicione então o frango e deixe ele ficar bem cozidinho.

Misture a ele 1 maçã verde cortada em cubos, 1/2 xícara de pimentão vermelho em quadradinhos e o creme. em fogo baixo, deixe cozinhar bem, e o molho ficar bem encorpado.

Na hora de servir, salpique uns amendoins torrados (ou se preferir pode ser  amêndoas ). o ideal é servir com uma base mais neutra: um arroz ou couscous marroquino sem muitos temperos.

E só de olhar a foto já deu vontade de correr pra cozinha

 

 

Frango ao Curry

 

Pra começar você vai temperar bem 600g de peito de frango. eu particularmente gosto muito de marinar no limão+pimenta do reino+alho. mas você pode usar o tempero que preferir! corte então em cubos não tão grandes.

Comece fazendo o creme, que nada mais é do que a mistura de 100ml de iogurte natural, 2 colheres de sopa rasas de curry, 1/2 colher de sopa rasa de canela em pó e 200ml de leite de coco e reserve.

Então, refogue 1 cebola média picadinha e 2 dentes de alho amassadinhos em um fio de azeite. adicione então o frango e deixe ele ficar bem cozidinho.

Misture a ele 1 maçã verde cortada em cubos, 1/2 xícara de pimentão vermelho em quadradinhos e o creme. em fogo baixo, deixe cozinhar bem, e o molho ficar bem encorpado.

Na hora de servir, salpique uns amendoins torrados (ou se preferir pode ser  amêndoas ). o ideal é servir com uma base mais neutra: um arroz ou couscous marroquino sem muitos temperos.

E só de olhar a foto já deu vontade de correr pra cozinha

 

Sem categoria

Rafael Amaral comenta o filme O Mestre, e explica porque pra ele, não existe unanimidade na arte.

Postado porTemperos de Cinema 14 de outubro de 2021 0 Comentários

 

Ao comentar o filme O Mestre, Rafael, bate um papo muito informativo sobre linguagem e roteiro de cinema.

 

 

Ouça Também no Podcast :

 

 

E para um filme “dificil” uma receita fácil.

MACARRONADA À MARINARA

INGREDIENTES

2 colheres (sopa) de azeite de oliva

1 colher (sopa) de manteiga

1 kg de tomates sem casca e sem sementes

1 pacote de macarrão tipo espaguete

1 kg de vongoles (mariscos miúdos)

500g de camarão

1 copo de vinho branco seco

1 cebola picada

Pimenta a gosto

Salsinha picada

Manjericão

Sal

 

PREPARO

  1. Coloque o vôngole com as conchas já escovadas numa panela coberto com água e uma colher de azeite.
  2. Ferva até abrir.
  3. Refogue a cebola com a outra colher de azeite, junte os tomates, o sal, o caldo onde cozinhou o vôngole, o manjericão, deixando ferver por 30 minutos.
  4. Retire o vôngole das conchas abertas e refogue na manteiga.
  5. Acrescente o vinho e o molho de tomates.
  6. Adicione os camarões.
  7. Ferva por 10 minutos.
  8. Cozinhe o espaguete numa panela com água fervente al dente.
  9. Escorra e sirva com o molho, salpique com salsinha picada.

 

Sem categoria

Mariza Caldeira comenta o filme O Tempero da Vida, e sugere uma receita de Beringela á moda Gregaa

Postado porTemperos de Cinema 30 de setembro de 2021 0 Comentários

 

 

 

 

 

 

 

 

O Tempero d Vida é um filme que fala da poesia que existe no ato de comer bem.

 

Ouça também no Podcast :

 

 

Beringela à moda Grega da Marisa

 

BERINGELA RECHEADA A MODA GREGA

 

INGREDIENTES

2 berinjelas grandes (800 g)

2 colheres (sopa) de pistaches ou nozes grosseiramente picados

1 cebola média em cubinhos (150 g)

1 dente de alho picado

250 g de carne bovina moída (acém, patinho, coxão mole)

2 tomates maduros em cubinhos (300 g)

½ xícara (chá) de miolo de pão esmigalhado (umas 2 fatias)

2 colheres (sopa) de salsinha picada (2 ramos)

2 colheres (sopa) de hortelã picada (umas 6 folhas)

2 raminhos de orégano fresco ou ½ colher (chá) de orégano seco

2 colheres (sopa) de passas escuras

2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado (30 g)

Azeite de oliva

Sal

Pimenta-do-reino a gosto

120 g de iogurte grego, bem cremoso

PREPARO

Berinjela – Aqueça o forno a 180ºC (médio-alto).

 

PREPARO

 

Unte uma assadeira com azeite e reserve.

 

Corte as berinjelas ao meio e no sentido do comprimento e, com uma faca afiada e tomando cuidado pra não furar a casca, faça um risco pra marcar a borda, deixando uns 0,5 mm de polpa junto à casca. Depois risque a polpa central fazendo um quadriculado pra que ela cozinhe por igual e a retirada da polpa já cozida fique mais simples.

 

Polvilhe as metades de berinjela com sal, pincele com azeite e leve ao forno por 20min, até que a polpa esteja bem macia.

 

Recheio – Numa frigideira grande, aqueça o azeite, doure ligeiramente o pistache e passe pra um prato.

 

No mesmo azeite, doure ligeiramente a cebola, adicione o alho e aguarde perfumar.

 

Junte a carne moída e mexa até soltar todos os grumos e mudar totalmente de cor.

 

Acrescente sal, pimenta, o tomate e deixe aquecer.

 

Misture o pão, acerte de novo o sal, adicione as ervas, as passas, os pistaches e ajuste o sal e a pimenta e retire do fogo.

 

Mantenha o forno ligado.

 

Retire a assadeira do forno e, com uma colher, retire a polpa das berinjelas, mas mantenha as metades vazias na assadeira.

 

Junte a polpa das berinjelas ao recheio e acerte de novo o sal. Divida o recheio em 4 partes, recheie as berinjelas e polvilhe com o queijo.

 

Leve as berinjelas ao forno por uns 10min, só pra aquecer e gratinar.

 

Coloque uma colherada do iogurte sobre cada metade da berinjela e sirva em seguida com uma salada. Também dá pra servir em temperatura ambiente.

[12:53, 23/09/2021] Mariza: Rende  4 PORÇÕES PORÇÕES

1H (PREPARO), 1H E 45MIN (TOTAL, SENDO UNS 45MIN DE FORNO

k: https://bit.ly/3AQFQi6

 

ReceitasSem categoriaTemperos

Ana Paula comenta o filme O Julgamento de Paris, e a receita é de um prato criado por ela.

Postado porTemperos de Cinema 23 de setembro de 2021 0 Comentários

Ana Paula  dá uma aula obre vinhos californianos, comentando o  filme o Julgamento de Paris.

Ouça também no Podcast https://open.spotify.com/show/1a1sZlDVoMXsQSPWXpNEsV?si=KXGCZJlBQeK6fpkG9X2OLg&dl_branch=1

Segue  a receita que a Ana Paula criou , inspirada nesse filme.

Massa verde e camarão na manteiga de ervas

 

300 gramas de Fettuccine verde cozido (massa de manjericão)

8 camarões G ou GG

6 dentes de alho laminados

1 cebola roxa pequena picada em Brunoise

150 ml de vinho branco

20 folhinhas de manjericão fresco

150 gramas de manteiga

azeite

Pimenta do reino

Sal

Ervas de Provence

Gotas de limão siciliano

Queijo Pecorino ralado

 

Modo de fazer

 

  • Tempere o camarão com pimenta do reino, sal e raspas de limão siciliano;
  • Aqueça um fio de azeite e 50 gramas de manteiga;
  • Doure o camarão delicadamente na manteiga aquecida e reserve.
  • Pique o alho em lâminas;
  • Pique a cebola em Brunoise (cubinhos bem pequenos)
  • Na mesma frigideira que selou o camarão, acrescente mais um fio de azeite, a manteiga e mantenha aquecido sem queimar;
  • Doure as lâminas de alho e 10 folhas de manjericão;
  • Acrescente as ervas da Provence (em média 1 colher de sobremesa), pimenta do reino;
  • Doure a cebola;
  • Em seguida coloque o vinho branco e deixe evaporar;
  • Acerte o sal;
  • Coloque algumas gotinhas de limão siciliano;
  • Mantenha o fogo baixo e acrescente a massa cozida ao dente com uma concha de água do cozimento. Deixe alguns minutos finalizando e integrando ao molho;
  • Acrescente os camarões, uma colher de manteiga, as folhas frescas de manjericão.;
  • Finalize com queijo Pecorino ralado na hora;

 

Não esqueça: um belo Chardonnay Californiano acompanhará bem o prato!

 

 

http://: https://bit.ly/2XG6uvt

ReceitasSem categoriaTemperos

Clarina comenta o filme Minhas Tardes com Marguerite, e sugere uma receita que acolhe.

Postado porTemperos de Cinema 16 de setembro de 2021 0 Comentários

 

 

 

 

Clarina , fala de poder de transformação da arte, que o filme Minha Tardes com Marguerite, mostra tão bem.

 

Ouça também no Podcast : https://open.spotify.com/show/1a1sZlDVoMXsQSPWXpNEsV?si=KXGCZJlBQeK6fpkG9X2OLg&dl_branch=1

 

Clarina sugere uma receita que  acolhe !

CANJA DE GALINHA DA CLARINA

 

Ingredientes:

 

  • 1 colher de óleo
  • 4 folhas de louro
  • 1 cebola grande picada
  • 5 dentes de alho picado
  • 2 talos de salsão picado
  • 1 peito de frango com osso e pele
  • 2 tomates sem sementes
  • 2 cenouras raladas
  • 2 batatas picadas
  • 1 xícara (chá) de arroz
  • 2 colheres (sopa) de salsa picada
  • Queijo ralado a gosto
  • Azeite a gosto

 

Modo de preparo:

 

  • Numa panela de pressão coloque o peito de frango de modo que fique submerso na água. Adicioea 1 colher de óleo, sal a gosto, o louro, cebola, alho e tomates picados. Deixe na pressão por 30 minutos.
  • Retire o peito de frango, deixe esfriar e desfie.
  • Coloque no caldo o frango desfiado, as batatas picadas e o salsão. Deixe cozinhar em fogo brando até as batatas ficarem al dente. Experimente o ponto de sal e acrescente a gosto.
  • Adicione o arroz e acrescente mais água se necessário.
  • Deixe em fogo brando até que o arroz fique cozido.
  • Acrescente a cenoura ralada. Deixe levantar fervura e desligue.
  • Servir com a salsinha salpicada juntamente com o queijo ralado, regado a azeite de oliva.
ReceitasSem categoriaTemperos

Dionísio Sponchiado comenta o filme Comer, Rezar , Amar

Postado porTemperos de Cinema 9 de setembro de 2021 0 Comentários

 

Dionísio, recorda das suas viagens e fala da importância da espiritualidade, ao comentar o filme Comer, Rezar ,Amar.

 

Ouça também no Podcast –

 

E a receita escolhida  é :

Carciofia alla giudia -Alcachofras a moda judia

Ingredientes
Preparo
  •  As alcachofras devem manter 3 dedos de caule abaixo da flor.
  •  Retire as primeiras folhas da alcachofra e apare as pontas das restantes, que são muito duras.
  •  A seguir coloque as alcachofras numa tigela de água fresca onde tenha sido adicionado o suco do limão, por cinco minutos, para que não fiquem pretas.
  •  Retire a alcachofra da água, enxugue com um pano e bata uma a uma numa mesa segurando pelo fundo, para que abram as folhas. Depois, salgue e apimente em toda a superfície .
  •  Coloque as alcachofras preferencialmente numa panela de barro.
  •  Junte o azeite e arrume as alcachofras com o caule para cima.
  •  Deixe cozinhar por alguns minutos, em fogo médio, depois vire-as com o caule para baixo e mexa.
  •  Quando o fundo da alcachofra estiver cozido, vire a alcachofra novamente para baixo, e pressione para que se abra, aumentando o fogo para que as folhas fiquem crocantes.
  •  Toque final: um pouco de água fria na panela de barro, adicionada não diretamente na alcachofra, mas no azeite que está no fundo.
  •  Deixe descansar por 5 minutos. Sirva quente.

 

 

Sem categoria

Paulo Leite comenta o filme Sideways – Entre umas e outras e sugere uma harmonização perfeita para um Pinot Noir

Postado porTemperos de Cinema 2 de setembro de 2021 0 Comentários

 

 

 

 

Ao comentar sobre o filme Sideways, Paulo compara os roteirista com os Chefs de Cozinha, e fala que isso é Temperos de Cinema.

 

 

Ouça também no Podcast.

 

Segue a receita sugerida para harmonizar com um Pinot Noir.

 

Risoto de Shitake da Valéria Campos

 

RISOTO DE SHITAKE

Serve 3 porções

iNGREDIENTES

  • 1 xícara de arroz arbóreo
  • 1 cebola pequena picada
  • 1 taça pequena de vinho branco
  • 1 litro de caldo de legumes caldo de legumes (pode ser de carne)
  • 3 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 1 xícara de queijo parmesão ralado
  • 1 embalagem de cogumelos shitake (100 ou 150 g, depende se quer um risoto mais recheado)

MODO DE PREPARO

  1. Prepare o caldo de legumes: 1 litro e 1/2 de água fervente para os 3 cubos de caldo. Mantenha este caldo no fogo baixo durante a preparação do prato.
  2. Corte o shitake em fatias laminadas depois de bem limpo.
  3. Inicie colocando 2 colher de azeite numa frigideira em fogo alto, coloque as laminas do cogumelo e deixe selar ou dourar levemente  o cogumelo, reserve os cogumelos dourados e na mesma panela   frite  a cebola em 1 colher de azeite
  4. Em seguida, jogue a xícara de arroz, sem lavar.
  5. Refogue um pouco e jogue o vinho branco por cima deste refogado.
  6. Mexa bem, quando evaporar o vinho comece a jogar o caldo de legumes, com uma concha grande jogue o caldo sem deixar o arroz secar, mexendo sempre com uma colher de pau. Se necessário colocar água quente.
  7. É importante mexer sempre para que o arroz italiano solte o amido que vai dar o ponto de risoto.
  8. Continue mexendo e jogando o caldo, experimente de vez em quando para verificar o ponto do arroz.
  9. O ponto o ideal é a  “al dente” , se deixar passar o  o risoto ficara empapado
  10. Misture os cogumelos. Desligue o fogo, acrescente a colher de manteiga, e e o queijo.
  11. Misture tudo muito bem, até derreter a manteiga e os queijos.
  12. Tampar a panela e levar à mesa!
  13. Sirva imediatamente, lembre-se: risoto não espera os convidados

 

Acompanhe com Filet Suino

 

Filé mignon suíno

 

iNGREDIENTES

 

  • 1 kg de filet mignon suíno, cortado em medalhões
  • 1 colher de sopa rasa de sal
  • 2 alhos picados
  • 2 limões cravo

 

MODO DE PREPARO

 

  1. Temperar o filé com o sal, limão e o alho picado. Deixar marinando por 1 hora.

 

  1. Em seguida, na panela de ferro, ir selando, pingando água até ficar no ponto ideal.

 

  1. Mais ou menos 1 hora na panela.

 

  1. Polvilhar por cima o tempero ‘fumaça’ em pó.
Sem categoria

Sandra Carnio comenta o filme A Vida dos Outros

Postado porTemperos de Cinema 26 de agosto de 2021 0 Comentários

 

Sandra, comenta o filme, e fala dos horrores de um sistema totalitário :

Ouça também no Podcast –

E o Tempero escolhido é uma receita tipicamente alemã.

JOELHO DE PORCO ALEMÃO

 

Ingredientes

  • 500 gramas de joelho de porco
  • 1 unidade de cebola picada
  • 3 dentes de alho picado
  • 2 colheres de sopa de mistura de ervas aromáticas secas (tomilho,manjerona, alecrim…)
  • ½ xícara de suco de limão
  • 2 folhas de louro
  • 1 pitada de sal
  • 1 pitada de pimenta do reino

Preparo:

Para que seu joelho de porco fique realmente saboroso, o ideal é que o coloque marinando em um refratário com todos os ingredientes durante 1 dia, ou durante a noite. Você pode fazer isso numa tigela ou num saco de plástico fechado, como preferir.

Dica: Use joelho de porco fresco.

Dê início à receita colocando o joelho de porco e todos os ingredientes da marinada a cozinhar durante 30-40 minutos numa panela de pressão. Como alternativa, cozinhe em fogo médio até a carne soltar do osso.

Nesse momento o joelho de porco estará pronto, porém você pode conferir um aspecto dourado e mais apetitoso se o levar a assar no forno a 200ºC durante cerca de 30 minutos.

Sirva com o chucrute de Repolho Roxo.

 

 

Receita especial do Guilherme 

Ingredientes 

1 repolho roxo

2 maçãs raladas

1 cebola

2 colheres de chá de cominho

1 pitada de canela

2 cravos

1 colher de chá de sal

2 pitadas de pimenta

Suco de limão

3 colheres de manteiga ou 4 coleres de óleo

4 colheres de açúcar

3 colheres de vinagre

125 ml de vinagre de vinho tinto

4 colheres de geleia de frutas vermelhas.

Preparo 

Cortar o repolho bem fino, misturar as maçãs raladas, cominho, sal pimenta, cravos, suco de limão e deixar marinar por duas horas.

Refogar  cebola na manteiga, polvilhar o açúcar para ficar dourado.

Acrescentar o vinagre de vinho tinto o repolho marinado.

Cozinhar até que o líquido evapore, e o repolho esteja macio

Por fim acrescentar a geléia, a canela, sal  e açúcar se for necessário.

 

 

 

 

Sem categoria

Nina Batista, fala da sua paixão por cinema no Temperos de Cinema.

Postado porTemperos de Cinema 20 de agosto de 2021 0 Comentários

 

 

Ouça tb no Podcast – https://open.spotify.com/show/1a1sZlDVoMXsQSPWXpNEsV?si=KXGCZJlBQeK6fpkG9X2OLg&dl_branch=1

Perdas e Danos é um filme  forte , mas o papo com a nina foi leve e gostoso.

 

E no final ela dá uma dica para tirar o gostoamargo na boca, que pode ficar depois do final do filme,

O delicioso Manjar de Côco que só o Guilherme  sabe fazer.

 

 

MANJAR DE CÔCO DO GUI

 

Ingredientes

 

100 g de coco queimado desidratado

1 litro de leite

1 vidro de leite de coco ( 200 ml)

1 xic de açúcar ou pode substituir por 1 caixa pequena de leite condensado

10 colheres de sopa rasa de maisena

Calda

150 g de ameixa sem caroço

1 xic e meia de açúcar

1 copo d’água

Preparo

Manjar – Põe tudo pra ferver até engrossar

Calda –– coloque o açúcar para derreter mexendo pra não queimar, na hora que caramelizar, jogue a água e deixa o caramelo dissolver aos poucos, acrescente a ameixa e ferva por mais 3 min.

 

Sem categoria

Lilian De Angelis comenta o filme Comer, Beber, Viver e ensina uma receita para unir a família

Postado porTemperos de Cinema 5 de agosto de 2021 0 Comentários

 

Um conversa gostosa sobre como a comida, pode ser um elo de ligação entre as famílias.

E o filme comentado é Comer, Beber, Viver do diretor Ang Lee.

Ouça também no Podcast

 

 

 

 

Segue a Receita do Hot Pot

 

 

Imagem real do Hot Pot preparado  pela Lilian.

 

Hot pot ou Huo Guo

Para duas pessoas

Caldo: o caldo original é feito com ossos de frango, vaca e porco e deixe  cozinhar por 3 horas.

1,5 litro de água

Para ficar mais fácil, você pode aquecer a água e colocar caldo de galinha ou caldo de legumes ou caldo de carne ou todos juntos.  Feitos pelo cozimento das carnes e legumes ou tabletes prontos. Deixe ferver e corrija o sal , se necessário.

 

Tempero: em uma panela separada coloque óleo de soja (4 colheres de sopa)

– cebola ralada

– gengibre picado

– alho poró

– pimenta em pó (Caiena, da Jamaica, e se quiser páprica doce )

– canela em pau

– 3 folhinhas de louro

– 2 colheres de sopa de massa de tomate

Deixe formar uma pastinha sem queimar.

Reserve.  Após o preparo dos acompanhamentos, essa pastinha é colocada dentro do caldo que volta a ferver.  Você pode ou não fazê-la. Pode colocar no caldo os ingredientes, porém o gosto não fica tão marcante. As especiarias quando passadas na frigideira soltam o aroma que fica mais concentrado.

 

Sugestão dos acompanhamentos CRUS:

– Fatias finas de peito de frango (peito, filet de coxa ou sobrecoxa de frango)

– Fatias finas de carne de vaca ( patinho, coxão-mole, filet mignon ou aquele que for do seu agrado)

– Shitake , shimeji, cogumelo Paris

– cenoura cortadas em filetes

– vagem cortadas de comprido

– Moyashi

– Abobrinha cortada em filetes

–  Couve flor

– Brócolis

Coloque ao redor da panela de caldo. Cada convidado colocará o que preferir dentro do caldo e aguarda o cozimento e ele próprio retira para comer.

 

Você pode preparar molhos para passar os alimentos cozidos para complementar o sabor como:

– Shoyu (4 colheres de sopa)

– Óleo de gergelim torrado (1 colher de chá)

– Água (3 colheres de sopa)

– cebolinha picada bem fininho

Misture tudo e coloque em uma vasilha onde, ao retirarmos o alimento de dentro do caldo quente pode passar nesse molho para não queimar a boca.

 

Acompanha com arroz oriental e o caldo pode (e deve) ser tomado no decorrer do jantar!

 

É uma receita para unir casais, família e amigos!