Autor

Temperos de Cinema

Sem categoria

Uma Comédia Romântica Sobre Superação

Postado porTemperos de Cinema 20 de maio de 2018 0 Comentários

O tema central é a inserção de pessoas com deficiênca física na sociedade e principalmente no mercado de trabalho. O tema delicado é abordado com muita sensibilidade no roteiro escrito por Oliver Ziiegenbald e Ruth Toma, que conta a história de um rapaz subtamente surpreendido por uma doença genética que lhe deixa com apenas 5% da visão.


Prestes a se formar, a conseguir o emprego de seus sonhos e começando a viver um grande amor, ele resolve esconder a doença e a cegueira de todos, contando apenas com a ajuda de seu melhor amigo.


Um dos pontos altos do filme é sua edição de som. A supervalorização de sons cotidianos que servem para orientar a personagem, exercem também a função de nos inserir no universo de portadores de deficiências visuais.


“De Encontro Com A Vida” é o filme em cartaz na Sala Cult do Paineiras Shopping nos dias 20 de maio às 16 e 19 horas, dias 24 e 25 de maio às 19 horas e no dia 26 de maio às 16 e 19 horas.

Ficha Técnica
Título: De Encontro Com a Vida
Título Original: Mein Blind Date mit dem Leben
Gênero: Comédia Romantica
País de Origem: Alemanha
Ano de Produção: 2017
Direção: Marc Rothemund
Roteiro: Oliver Ziegenbalg, Ruth Toma (baseado na história de Saliya Kahawatte)
Elenco: Kostja Ullmann, Jacob Matschenz, Anna Maria Mühe, Johann von Bülow, Alexander Held, Nilam Farooq, Sylvana Krappatsch, Michael A. Grimm, Kida Khodr Ramadan, Johanna Bittenbinder, Rouven Blessing, Henry Buchmann, Samira El Ouassil, Ricardo Ewert, Herbert Forthuber
Produção: Simon J. Buchner, Stefan Gärtner, Yoko Higuchi-Zitzmann, Verena Schilling, Tanja Ziegler, Patrick Zorer
Trilha sonora: Michael Geldreich, Jean-Christoph Ritter
Direção de fotografia: Bernhard Jasper
Edição: Charles Ladmiral
Design de produção: Christian Eisele
Direção de arte: Maike Althoff
Decoração de set: Gabriella Ausonio
Figurino: Ramona Klinikowski
Estúdios: Ziegler Cinema, Seven Pictures, StudioCanal
Distribuição: Alpha Filmes

Receita da semanaTemperos

Penne à Puttanesca

Postado porTemperos de Cinema 18 de maio de 2018 0 Comentários

A terceira receita do nosso jantar inspirado no filme “Estômago” é o Penne à Puttanesca. Quem já viu o filme com certeza lembrará que esse prato é citado em vários momentos e uma piadinha encima do nome do prato surge de forma inevitável.


A origem deste prato (originalmente feito com espaguetti) e consequentemente de seu nome, é objeto de estudo de vários especialistas em história da gastronomia. Algumas versões são bem pitorescas mas a mais provável é que o prato, ateriormente chamado de alla marinara, após a Segunda Guerra teria sido “rebatizado” pelo pintor Eduardo Colucci, que passava o verão em Punta Mulino, na ilha de Ischia.


Super prático, rápido e muito saboroso, este é o prato que a chef Sandra Romansini nos ensina a preparar neste Temperos de Cinema.

Receita Penne a Puttanesca

Ingredientes:
500g de Penne Rigate cozido ao dente
200 g de bacon picado
200 g de calabresa picada
200 de azeitonas pretas picadas
3 (sopa) de manjericão picado
4 (sopa) de salsinha picada
3 (sopa) de alcaparras
100 ml de azeite
5 filés de anchova em conserva lavados e picados
Sal e pimenta preta moída na hora a gosto
300 ml de molho de tomate
1 kg de tomates italianos picados
50 g dente de alho picado
1 lata de atum em lascas
1 cebola picada

Modo de preparo
Levar o azeite ao fogo, dourar o bacon e a linguiça, junte a cebola, o alho picado e deixar dourar.
Adicionar o purê de tomate, temperar com sal, pimenta moída, tampar e deixar cozinhar, Acrescente a anchova e amasse bem.
Juntar as azeitonas, alcaparras, atum e mexer por uns 3 minutos
Quando o molho estiver encorpado, juntar a salsinha e manjericão e servir.

CinemaMoviecomarte

Um Road Movie Sobre O Amor Na Terceira Idade

Postado porTemperos de Cinema 16 de maio de 2018 0 Comentários

O amor e as dificuldades da terceira idade são os temas principais do road movie “Ella e John”, de Paolo Virzi, que o Moviecom Arte apresenta nos dias 19 e 20 às 11 horas e dia 22 de maio às 14 horas.


Você pode esperar um filme super sensível e é impossível não se emocionar com a quantidade de sentimento nutrido pelo casal interpretado por dois ícones do cinema: Helen Mirren e Donald Sutherland. A química entre os dois é um dos destaques do filme.
A história gira em torno de um casal de idosos que foge de casa em um trailer, percorrendo boa parte dos Estados Unidos em busca uma última grande aventura. Ele sofre de Alzheimer e ela de um câncer devastador, o que alterna momentos de grande leveza a outros mais densos e tensos.


O roteiro baseado no livro escrito por Michael Zadoorian é envolvente, engenhoso e guarda para o final uma surpresa que muda completamente o desfecho da trama.
A direção do italiano Paolo Virzi é primorosa. Considerado um dos grandes entre os novos talentos do cinema, ele conduz a história com muita delicadeza, estudando o desejo dos personagens e sem fugir de temas tabus como o sexo na terceira idade.
“Ella e John” é um dos melhores filmes da temporada e você poderá conferi-lo no Moviecom Arte, o espaço para o cinema de arte no Moviecom Cinemas do Maxi Shopping Jundiaí.

Ficha Técnica
Título: Ella e John
Título Original: The Leisure Seeker
Nacionalidades: Itália, França
Gênero: Comédia dramática
Ano de produção: 2017
Estréia no Brasil: 5 de abril de 2018
Duração: 1h 53 minutos
Classificação: 14 anos
Direção: Paolo Virzì
Elenco: Helen Mirren, Donald Sutherland, Christian McKay e Janel Moloney
Roteiro: Stephen Amidon, Francesca Archibugi, Francesco Piccolo, Paolo Virzì. Baseado no livro escrito por Michael Zadoorian
Produção: Elisabetta Boni, Ilaria Castiglioni, Marco Cohen, Fabrizio Donvito, David Grumbach, Benedetto Habib, Dov Mamann, Alessandro Mascheroni, Daniel Campos Pavoncelli, Marty Eli Schwartz, Bryan Thomas
Trilha sonora: Carlo Virzì
Direção de fotografia: Luca Bigazzi
Edição: Jacopo Quadri
Design de produção: Richard A. Wright
Direção de arte: Justin O’Neal Miller
Decoração de set: Eve Cauley
Figurino: Massimo Cantini Parrini
Distribuição: Sony Pictures

CinemaExtrasMoviecomarteMoviecomarte

O Renascimento do Parto 2, no Moviecom Arte

Postado porTemperos de Cinema 15 de maio de 2018 0 Comentários

Além de sua programação normal, o Moviecom Arte apresentará no próximo final de semana, dias 19 e 20 de maio às 11 horas, “O Renascimento do Parto 2”. Continuação do documentário lançado em 2013, este documentário volta a promover o debate sobre a humanização do parto, nascimento e violência obstétrica.
Dirigido novamente por Eduardo Chauvet – que agora assina também o roteiro – o longa traz depoimentos de mães, ativistas, médicos e outros profissionais da área da saúde.


O primeiro filme veio na esteira de dados que impressionam sobre as cesarianas no Brasil. O país é o campeão mundial de cirurgias cesarianas no setor privado. Mais de 55% das grávidas brasileiras passam pelo procedimento cirúrgico. Esse número salta para mais de 90% dos nascimentos na rede privada de saúde. A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que a porcentagem de cesarianas não ultrapasse 15% do total de nascimentos.
As consequências desses índices são graves e incluem o aumento de partos prematuros, crescimento do desmame precoce, enfraquecimento do vínculo materno com o bebê e depressão pós-parto, entre outros.
Motivado por esses dados, Eduardo Chauvet produziu o primeiro longa sem nenhum recurso público ou privado. De forma independente, bateu o recorde brasileiro de crowdfunding ao arrecadar mais de R$ 140 mil, dinheiro utilizado para garantir a exibição no circuito comercial.


O esforço valeu a pena. “O Renascimento do Parto” terminou 2013 como o segundo documentário mais assistido nos cinemas do país. Em 22 semanas em cartaz, o filme passou por 50 cidades e foi selecionado para festivais dentro e fora do Brasil. Neste ano, coincidindo com o lançamento de “O Renascimento do Parto 2” no circuito exibidor de cinemas, o longa também será lançado nas plataformas de vídeo sob demanda pela Vitrine Filmes.


Seu sucesso revela a urgente demanda por mais conteúdo de qualidade a respeito do tema. Cada vez mais, mulheres e famílias brasileiras, especialistas e gestores de saúde se preocupam com a forma como os bebês são trazidos ao mundo.
Nesta sequência, o filme tem na violência obstétrica o seu fio condutor, muito recorrente no Brasil, como também aponta para experiências bem-sucedidas de parto normal praticados tanto no Brasil como no exterior.
Além de “O Renascimento do Parto 2”, já está garantido o lançamento de “O Renascimento do Parto 3” nos cinemas em setembro de 2018, fechando assim a trilogia.

Ficha Técnica

Título original: O Renascimento do Parto 2
Distribuição: Espaço Filmes
País: Brasil
Gênero: Documentário
Ano de produção: 2015
Lançamento nacional: 10 de maio de 2018
Classificação: 12 anos
Direção: Eduardo Chauvet

Sem categoria

O Dia Depois

Postado porTemperos de Cinema 13 de maio de 2018 0 Comentários

Obra impecável do sul-coreano Hong Sang-soo, “O Dia Depois” foi apresentado na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e é o filme da semana na Sala Cult do Paineiras Shopping.


Hong Sang-soo é um dos diretores mais produtivos da atualidade e já foi comparado a Jean-Luc Godard. É conhecido por criar um cinema de situações, onde um roteiro com poucos personagens evidencia o cotidiano, o banal e o marasmo, abrindo espaço para que pequenas surpresas possam acontecer.


Neste novo trabalho o diretor nos coloca como expectadores de uma história expõe a fragilidade masculina diante da catarse do amor e mostra que a ideia do amor é, na maioria das vezes, mais bela que o amor em si.
No centro da trama está o crítico literário e editor de livros Kim Bongwan (Kwon Haehyo), homem casado e que mantém um caso extraconjugal com sua secretária. A esposa de Bongwan descobre a amante justamente quando o caso entre eles termina e a secretária se demite. Surge então a nova secretária, a racional e introvertida Areum (Kim Minhee).


Filmado em preto e branco, com uma luminosidade bastante peculiar, “O Dia Depois” tem uma fotografia simples e encantadora. A performance dos atores é outro ponto a ser destacado na obra.
Você pode assitir no novo filme de Hong Sang-soo no dia 13 (às 16 e 19 horas), dias17 e 18 (às 19 horas) e no dia 19 de maio (às 16 e 19 horas).

Ficha Técnica

Título: O Dia Depois
Título original: Geu-Hu
Nacionalidade: Coréia Do Sul
Gêneros: Drama, Comédia
Ano de produção: 2017
Estréia: 12 de abril de 2018 (Brasil)
Duração: 1h 32 minutos
Direção: Sang-soo Hong
Roteiro: Sang-soo Hong
Produção: Kang Taeu
Direção de fotografia: Hyung-ku Kim

Elenco: Min-Hee Kim, Hae-hyo Kwon, Cho Yunhee
Edição: Sung-Won Hahm
Distribuição: Pandora Filmes

 

CinemaMoviecomarte

Baseado em Fatos Reais, no Moviecom Arte

Postado porTemperos de Cinema 11 de maio de 2018 0 Comentários

Pertubador. Essa definição é quase unânime para o novo filme do diretor francês Roman Polanski, que você poderá assistir nos dias 12 e 13 de maio às 11 horas e no dia 15 de maio às 14 horas.


“Baseado em Fatos Reais” é um drama psicológico bem ao estilo de Polanski, onde a loucura e a realidade norteiam e desnorteiam personagens complexos e, ao mesmo tempo, absolutamente comuns.
A história acontece a partir da relação de amorosa entre a escritora Delphine (Emmanuelle Seigner) e Elle (Eva Green), uma de suas fãs que também é escritora mas trabalha como ghost writer.


Aos poucos as duas se aproximam e Elle se faz cada vez mais presente na vida de Delphine que, mesmo incomodada com a onipresença da nova amiga, permite a aproximação devido à sua fragilidade emocional.
A relação das duas se desenvolve com uma violência crescente, física e psicológica, passando inclusive pela crise de identidade e do antropofagismo em uma relação doentia.
Com roteiro adaptado do livro de mesmo nome escrito pela romancista francesa Delphine de Vigan, “Baseado em Fatos Reais” é estrelado por Emmanuelle Seigner e Eva Green, duas estrelas em atuações irretocáveis.

 

Ficha Tecnica

Título: Baseado em Fatos Reais
Título original: D’après une histoire vraie
Nacionalidade: França
Gêneros: Drama, Suspense
Ano de produção: 2017
Estréia: 12 de abril de 2018 (Brasil)
Direção: Roman Polanski
Roteiro: Roman Polanski, Olivier Assayas, Delphine de Vigan
Produção: Wassim Béji, Fabrice Delville, Yann Gozlan, Mariusz Lukomski, Wojtek Palys,Christophe Toulemonde, Alain-Gilles Viellevoye
Trilha sonora: Alexandre Desplat
Direção de fotografia: Pawel Edelman
Edição: Pawel Edelman
Design de produção: Jean Rabasse
Direção de arte: Sandrine Jarron, Dominique Moisan
Figurino: Karen Muller Serreau
Distribuição: Paris Filmes

Receita da semanaReceitasTemperos

Xinxim de Galinha

Postado porTemperos de Cinema 11 de maio de 2018 0 Comentários

A segunda receita do nosso jantar inspirado no filme “Estômago” é Xinxim de Galinha, um prato típico da gastronomia da Bahia e que tem suas raízes na culinária africana.
Quem assistiu o filme deve lembrar que foi com esse prato que o personagem Raimundo Nonato, brilhantemente interpretado pelo ator João Miguel, ganha o respeito do chefão e seus demais companheiros na prisão. Uma cena que mostra como uma comida bem preparada e saborosa pode amolecer os corações mais endurecidos.

Veja o passo a passo desta deliciosa e brasileiríssima receita com a chef Sandra Romasini.

 

Receita de Xinxim de Galinha

Ingredientes
2 kg de frango cortado em cubos
250 g camarão seco, descascado e moído (opcional)
500 ml de caldo de frango
1/2 xícara (chá) de amendoim torrado e moído
1/2 xícara (chá) de castanha de caju moída
1 colher (chá) de pimenta-do-reino moída
4 dentes de alho amassados
1/2 maço de coentro picado
2 cebolas picadas
1 xícara (chá) de leite de coco
1/2 xícara (chá) de azeite de dendê
2 colheres (sopa) de suco de limão
1 colher (sopa) de gengibre ralado
sal a gosto

Modo de preparo
Primeiro tempere, colocando alho amassado, caldo de limão, sal e pimenta. Deixe descansar por 30 minutos.
Em uma panela grande, esquente o azeite de dendê, coloque o frango e deixe refogar por 20 minutos. Mexa de vez em quando.
Num liquidificador ou processador, bata a cebola, o coentro, a castanha, o gengibre e o amendoim. Adicione a mistura ao refogado. Se for colocar o camarão, coloque agora também.
Deixe cozinhar em fogo médio até o frango ficar macio.
Adicione o leite de coco e deixe ferver mais.
Se o caldo começar a secar, coloque mais caldo de frango.
Sirva com arroz quente!

Sem categoria

Uma Espécie de Família

Postado porTemperos de Cinema 6 de maio de 2018 0 Comentários

Quanto vale um bebê? Quais os limites para o amor de uma mãe? É sobre essas questões tão delicadas que fala o filme “Uma Espécie de Família”, do argentino Diego Lerman, exibido da 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e que você pode assistir agora na Sala Cult do Paineiras Shopping.


“Uma Espécie de Família” conta a história de uma mulher que vai até a pequena cidade rural de Misiones, na fronteira da Argentina e do Brasil, para acompanhar o parto do filho que adotará. Quem vai dar à luz é uma moça sem condições para criar mais um filho. Tudo já estava combinado mas nesse meio tempo a família passa a pedir US$ 10 mil para concluir a adoção.

uma-especie-de-familia-sala-cult-2
Co uma bela fotografia e roteiro muito eficiente, “Uma Espécie de Família” prende o expectador a um estado de tensão do começo ao fim e toca em pontos importantes como a enorme burocracia que envolve os processos de adoção, o que acaba muitas vezes levando os envolvidos à ilegalidade.

uma-especie-de-familia-sala-cult-3
Sem colocar a mãe biológica e a mãe adotiva nos papéis de vilã ou heroína, o filme mostra mulheres que, movidas pelo instinto e amor materno, são capazes de qualquer coisa para proteger seus filhos, mesmo que isso às vezes signifique entregá-los à outras famílias ou lutar contra toda a sociedade.

Estrelado por Bárbara Lennie, Daniel Aráoz, Claudio Tolcachir, Yanina Ávila e a brasileira Paula Cohen, “Uma Espécie de Família” foi premiado no Festival Internacional de Chicago (melhor filme) e no Festival de San Sebástian (melhor roteiro).

“Uma Espécie de Família” será exibido nos dias 06, 10, 11 e 12 de maio, na Sala Cult do Paineiras Shopping, com sessões às 19 horas às quintas e sextas-feiras e às 16 e 19 horas aos sábados e domingos.

Ficha Técnica
Título:Uma Espécie de Família
Título Original: Una Especie de Familia
Gênero: Drama
Duração: 90 min
País: Argentina, Brasil, França, Polônia, Alemanha, Dinamarca
Idioma Original: Espanhol
Diretor: Diego Lerman
Roteiro: Diego Lerman María Meira
Fotografia: Wojciech Staroń
Elenco: Bárbara Lennie, Daniel Aráoz, Claudio Tolcachir, Yanina Ávila e Paula Cohen
Distribuição: Pandora Filmes

uma-especie-de-familia-sala-cult-poster

Sem categoria

Os filmes de Maio na Sala Cult

Postado porTemperos de Cinema 6 de maio de 2018 0 Comentários

Dias 06, 10, 11 e 12 de maio
UMA ESPÉCIE DE FAMILIA
Direção: Diego Lerman
Elenco: Bárbara Lennie, Daniel Aráoz, Claudio Tolcachir
Gênero: Drama
Nacionalidades Argentina, Brasil, França, Polônia, Dinamarca
Distribuidora : Pandora Filmes
A médica Malena (Bárbara Lennie) decide adotar um bebê. Ela encontra uma mulher grávida, com dificuldades financeiras, disposta a entregar o bebê para uma família adotiva. Chegado o dia do parto, Malena está presente para acolher o novo filho, mas ela se surpreende quando a família da mãe biológica exige uma grande quantia de dinheiro para concluir o processo de adoção. A médica deve ceder à chantagem?

Dias 13, 17, 18 e 19 de maio
O DIA DEPOIS
Direção: Sang-Soo Hong
Elenco: Min-Hee Kim, Hae-hyo Kwon, Kim Saeybuk
Gênero: Comédia dramática
Nacionalidade: Coréia Do Sul
Distribuidora : Pandora Filmes
Areum (Kim Min-Hee) está pronta para o seu primeiro dia de trabalho em uma pequena editora, onde ela precisa lidar com seu chefe Bongwan (Hae-hyo Kwon) e sua vida amorosa complicada. Após uma crise no casamento, no entanto, a esposa de Bongwan encontra um bilhete amoroso na mesa dele e acaba por envolver Areum nesta situação delicada.

Dias 20, 24, 25 e 26 de maio
DE ENCONTRO COM A VIDA
Direção: Marc Rothemund
Elenco: Kostja Ullmann, Jacob Matschenz, Anna Maria Mühe
Gênero: Comédia romantica
Nacionalidade: Alemanha
Distribuidora : Pandora Filmes
Quando está prestes a terminar a faculdade, Saliya (Kostja Ullmann) começa a sofrer os efeitos de uma grave doença genética e perde 95% da visão. O rapaz sempre teve o sonho de trabalhar em um grande hotel de luxo, mas todas as candidaturas de emprego são recusadas em função de sua deficiência. Ele decide então esconder o fato de ser praticamente cego, e se candidata a um dos maiores hotéis de Munique. Contando com a ajuda do amigo Max (Jacob Matschenz), ele enfrenta as dificuldades diárias, enquanto conhece a bela Laura (Anna Maria Mühe) e se apaixona. Mas até quando conseguirá manter o segredo?


Dias 27 e 31 de maio , 01 e 02 de junho
1945
Direção: Ferenc Török
Elenco: Péter Rudolf, Bence Tasnádi, Tamás Szabó Kimmel
Gênero: Drama
Nacionalidade: Hungria
Distribuidora : Supu Mungam Films
Em agosto de 1945, uma pequena aldeia húngara se prepara para o casamento do filho de um importante secretário da cidade. Mas um acontecimento estranho os apavora repentinamente: um grupo de judeus ortodoxos chegou na estação ferroviária da cidade portando caixas misteriosas. O medo deles é que tudo aquilo faça parte de algum plano de vingança, pelos atos cometidos na Segunda Guerra Mundial.

Receita da semanaTemperos

Um Jantar em Homenagem ao Filme “Estômago”

Postado porTemperos de Cinema 5 de maio de 2018 0 Comentários

Neste mês de maio o Temperos de Cinema faz uma homenagem a um dos grades filmes do cinema nacional. O surpreendente “Estômago”, filme de 2007 com direção de Marcos Jorge, conta a incrível história de Raimundo Nonato, um migrante nordestino que chega a São Paulo com um talento especial para a culinária e para se meter em confusão.
Estrelado por João Miguel em uma performance inesquecível, o filme conta ainda com a participação de Fabiula Nascimento, Babu Santana e Paulo Miklos, entre outros.


Premiado em alguns dos festivais mais importantes do Brasil e de diversos outros países (entre eles: Inglaterra, Holanda, Portugal, França e Uruguai), “Estômago” conversa com a alma do brasileiro e mistura drama, comédia e suspense em um roteiro inspirado em um conto do livro “Pólvora, Gorgonzola e Alecrim”, de Lusa Silvestre.
A comida, claro, é o ingrediente de toda a trajetória, Nonato é o típico rapaz que prende os outros pelo estômago, e nesse sentido o filme se apresenta como uma metáfora da luta pelo poder. Para nós, amantes da gastronomia e do cinema, Estômago é um verdadeiro deleite.


Para o nosso Jantar de Cinema de Maio, selecionamos 3 receitas inspiradas nesta verdadeira obra prima do cinema brasileiro contemporâneo. A primeira delas é uma tradicional, suculenta e irresistível Coxinha de Frango, com todos os segredos revelados pela chef Sandra Romansini. A segunda é um prato típico da gastronomia brasileiroa, o Xinxim de Galinha. A terceira é um Penne a Putanesca.
Veja as receitas e acompanhe o passo a passo do preparo nos vídeos publicados semanalmente no nosso blog, no nosso canal do Youtube e nas redes sociais.

Receita da Coxinha de Frango

Massa:
* 2 litros de água
* 1 kg de farinha de trigo peneirada
* 2 peitos de frangos
* 1 colher de manteiga
* 1 colher rasa de sal
* 1 colher de coloral
* Recheio:
* 2 peitos cozidos e desfiado
* 2 cebolas médias picadas
* 1 xícara de salsinha picada
* pimenta vermelha picada a gosto
* 2 dentes de alho amassados
* sal a gosto
* colorífico a gosto
* óleo ou azeite de oliva

Para empanar:
* 500 ml de água
* 2 claras
* 1 pitada de sal
* 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
* 2 kg de farinha de pão

Modo de preparo Para a massa:

1. Em uma panela, junte a água (de preferência a água que cozinhou o frango), os dois caldos de galinha, a margarina, o sal e o colorífico
2. Deixe a mistura no fogo até ferver
3. Após levantar fervura, junte a farinha peneirada e, com o auxílio de uma colher de pau, vá mexendo sem parar até que a massa desgrude da panela
4. Retire a do fogo e coloque sobre uma superfície lisa e untada com margarina
5. Deixe esfriar e vá sovando a massa constantemente para não criar casca

Para o recheio:
1. Em uma panela com óleo ou azeite, adicione o alho amassado, a pimenta vermelha picada e a cebola picada, frite tudo até dourar, junte o peito de frango cozido e desfiado e refogue por alguns minutos
2. Junte o sal e o colorífico
3. Desligue o fogo e acrescente a salsinha picada, misture bem e deixe esfriar

Para a montagem:
1. Passe um pouco de manteiga nas mãos, pegue uma porção da massa (dependendo qual seja o tamanho desejado da coxinha), faça uma bolinha e com o auxílio do dedo indicador faça uma cavidade na massa
2. Coloque uma porção do recheio e feche pinçando a boca da cavidade com a parte interna do polegar e do indicador

Para empanar:

1. Misture a água e as claras, bata com o auxílio de um garfo por alguns minutos, junte o sal a farinha de trigo e bata até que as bolinhas de farinha desapareçam
2. Passe as coxinhas prontas por essa mistura, tire o excesso e passe pela farinha de trigo
3. Após terminar de empanar as coxinhas, repita a operação

Para fritar:
1. Em um tacho ou panela funda, coloque óleo suficiente para cobrir a coxinha, deixe esquentar bem (190º a 200º C) e frite as coxinhas aos poucos para que o óleo não esfrie, o que pode fazer com que as coxinhas venham a rachar
2. Espere dourar bem, escorra e aproveite